5 de março de 2010

Desde 1994



Quando passei a intender mais sobre família, isso ainda bem nova, comecei a ter uma pequena noção e ideia que hoje ja não é mais tão pequena assim, de como essa palavra significa. De como faz sentido, do tamanho da sua importância  Para que eu te considere ou te chame te tenha como alguém de minha família considere se realmente muito importante á mim. Agora imagine você ja sendo da minha família?

Quero mesmo em primeiro lugar fazer uma reclamação, porque é que nós duas temos nomes tão iguais? Mas não sei a pessoa certa a reclamar, pois apesar de você ter nascido primeiro, ando sabendo que meu nome era esperado antes do seu nascimento. Também não tenho coragem de reclamar pois minha vontade de ri se torna maior quando penso nisso.

Pois é, LILIANE e VIVIANE. Dupla sertaneja? Não apenas duas primas-irmãs, rs. Como começar a falar de uma historia que seja direcionada á você sem citar ou realmente contar e não fazer um mero comentario de como eramos antes? Não há como. Então..
Aos meus 4 anos de idade (a menor idade que eu tenho lembranças), um alguém, um outro pequeno ser que existia na Terra primeiro que eu, ja atormentava minha vida, custumava imaginar que você tinha medo de que eu linda e bela tomasse seu lugar por ser mais nova. PARA, tive que ri agora, HAUHAUHAUAHUAHUA', ( nunca pensei isso, mas me deu vontade de escrever para dá mais graça a história :D ) então, eu nunca intendi na verdade qual a graça de me bater, acho que é porque eu nunca revidava, eu era menor, ERA, ERAAA mesmo :D, ok rs. Também acho que esse era o motivo de nunca ter revidado, alias poucas as vezes em que eu também te belisquei, ou dei lingua e essas coisas que nos faziam ri, em falar em ri, não posso deixar de comentar de nossos ataques, (queria escrever um texto que lhe fizesse chorar, mas não tem como cair uma lagrima se quer, lembrando dessas histórias). Acontecia sempre quando nós NÃO podiamos fazer barulho que começavamos, mas nao era algo proposital, não sei me dava uma crise, eu não podia olhar pra sua cara e ja me dava uma vontade de ri enorme, e nós nunca nos seguravamos e sempre caiamos na gargalhada e levando esporro juntas. Sou obrigada a comentar também das melhores brincadeiras de barbie, sim, Barbie mesmo, lembra? hauhau' Lembro erfeitamente bem da Rute e do Roberto, acho que tinha uma Barbara tbm, ou Fernanda seilá rs. Sei bem que, a história sempre era a mesma, todos os dias, HAUHAUAHUA'

Liliane- [...] a mas eu não sei, cria você uma história você é melhor p. isso.
Viviane- [...] aaah, ja sei, vamos fingir que tem uma boazinha que tem um namorado, mas sua amiga má, gosta do namorado dela e tenta pegar ele dela e blablablá.
no outro dia- vamos brincar de barbie? vaaaamos! (Liliane tinha a casa da barbie TODA, completa, linda e maravilhosa, até a formiga que tinha na cozinha da barbie ela tinha), e então la vinha eu com a mesma história e, mais uma vez ficavamos horas brincando, como era bom, ai que saudade enooooorme! E das brincadeiras de escolinha? HAHAUAHUAH' como fomos crianças um dia, que lindo, Liliane sempre era a professora ¬¬' mas era legal mesmo assim. Mas até que eu me lembre os meus 9 anos, nós brincavamos, nos amavamos, mas sempre, sempre mesmo acabavamos brigando e nos batendo, rs. O tempo foi passando, pensamentos foram mudando, interesses foram crescendo, a distancia foi chegando, que distancia, não quero falar dela agora.

Foram muitas histórias ao seu lado momentos bons, otimos, mais ou menos , ruins e terriveis. Gostaria de citar, coisa rapida, de alguns que até hoje penso facil, quando penso em você. Sempre tão juntas, eu te fiz chorar de saudade com seis anos de idade quando viajei de ferias para o Ceará, você me fez chorar de desespero quando sofreu um assidente terrivel de carro e não saiu com nada mais que respingos de vidro rs, Nossa viajem a Alemanha, aaah, mas que viajem, sempre juntas e uma defendendo a outra, uma chorando no colo da outra, uma consolando a outra, nossas brincadeiras na ladeira, pique isso pique aquilo, os primeiros garotos que ficamos rs, as festas de aniversário, e quando você passou pela fase adolescente fanatica, que era pelo preguinha do Felipe Dylon? rs, eu sempre achei ridiculo o que você fazia, mas paguei pela lingua e junto ctg entrei nessa faze pelo grupo RBD, que até hoje me fazem chorar e chorar, todas as tarde corriamos como loucas e famintas assistir a novela, choravamos litros quando viamos videos do que iria acontecer antes mesmo de chegar aqui rs, e então o momento tão esperado que foi o grande dia, o grande show, é.. quando você me trouxe o 1º DVD deles eu te perguntei se seria possivel um dia ir em um show deles, como se não fosse e hoje nós temos um DVD nosso.

e você sempre ali, sempre AQUI, sempre comigo, mas que falta. Quando eu mais precisei foi para sua casa que fugi, foi para seu colo que eu corri, chorei, me acoli, desabafei, me guardei .. Você sempre ali.
Como eu sempre tentei fazer com você, assim foi quando nosso amigo Fabio partiu e nos deixou. [realmente nãoq uero entrar a fundo nisso]. Sabe, a poucos dias, meu namorado me disse: [...] tipo, a Liliane, é um exemplo, você vivia na casa dela, ela é como uma irmã para você sua amigona mesmo, mas agora ja não é mais a mesma coisa certo? Você não vai poder correr para a casa dela, não vai ser mais a mesma coisa, mudou!

Sim, tem razão, mas eu não quero que tenha, pode ser que hoje se algo acontecer seja mais difícil de correr para seus braços diante a distancia, mas a intimidade a irmandade o sangue NADA MUDA, NADA disso pode mudar. Meu sangue, meu sobre nome, nós somos frutos de uma mesma família. Você é e sempre será um EXEMPLO p. mim, alguém que por diversas vezes que irritou, me bateu, me fez chorar de raiva, mas alguém, que me amou, me cuidou, alguém que eu amo que eu cuido, alguém que eu NÃO admito que falem mal, a não ser eu é claro, não admiro que julguem e critique! Você é meu exemplo e sabe do que mais? Vai ser SEMPRE ASSIM, você pode ir para a Alemanha morar lá, você pode ir para qualquer lugar, nada nem ninguém LITERALMENTE vai mudar isso!

E quando a saudade insiste, insiste, em chegar perto de mim, imagino que você está aqui, meu anjo meu sonho, meu coração, te amando espantando a solidão.
Hoje essa música não me lembra apenas a Carol que está longe porem aqui, mas me lembra você também que foi mais uma prima que Deus me afastou, é apenas mais uma prova, eu passarei nessa também, o importante é que eu sei o quanto você me ama!
Liliane Magalhães Mesquita, minha prima-irmã. Eu lhe amo!

Viviane Magalhães.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...