3 de agosto de 2010

Aquele morro popular - Providencia.

Ladeira quase empinada, vento forte nas curvas, muros rabiscados, preto, vermelho, até amarelo..
Geralmente escrito a sigla CV. Alguns paralelepipedos estão soltos, isso causa buracos na rua, os carros quando sobem sempre palpicam deles. O vazamento do alto da ladeira chega ao seu pé. As casas são velhas antigas e guardam muitas histórias, algumas tem marcas de furos e relembram uma tragedia. Mato dentre uma calçada e o chão.. Se você continuar subindo vai chegar a uma torre, não estará tão alto, mais alí, tem uma igreja, ainda não.. Pontos de vendas, explicadoras.. Alí? é a lan house da Tia Ester, lá você me encontra também, agora de 14:00 ás 18:00. Continua subindo, vai debater com um barzinho bastante movimentado, mais em cima, tem a praça, uma quadra e alí você encontra a escadaria, que escadaria em..
Então, munha jornada acaba na lan house da tia Ester, mas tem tudo isso sim. Aqui é um muro onde se esconde a tristeza, a pobreza e a solidão, a angustia e a saudade..
é nesse morro que eu convivo, é nesse morro que eu estou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...