20 de agosto de 2010

Então Tia Ester [...]

Por a despedida doooooooi? Porque é tão dificil? Porque é mais facil você chegar e dizer, fui, virar as costas e não olhar para trás, mesmo que uma hora depois você vá se arrepender de não ter dado um forte abraço, um grande beijo e um lindo tchau?

Meu coração está pequeno, bem pequeno, minusculo.. Ele está sencivél e por tudo quer chorar, esse mês foi o mais dificil para mim, estão sendo as primeiras e ultimas experiências. Otimas novidades, coisas belas aconteceram, mas a dor veio junto, não é uma dor, chata, que magoa e te deixa triste, é uma dor do bem, de leve mas que está alí.
Eu poderia escrever uma linda declaração e um lindo depoimento de tudo que eu vivi aqui e com essa pessoas, essas né, afinal a família toda representa muito p. mim, mas eu tenho sim que falar mais de uma, em si dela, Tia Ester..
Quase uma mãe, quase não, uma mãe mesmo, quando eu chorei ela me deu colo, quando eue stava com medo ela vinha me defender, vinha dizer, que nada daquilo existia e que era bobeira, quando eu dei meu primeiro beijo na boca, contei pra ela, a mesmo que me disse, para contar á minha mãe ja que ela é minha amiga.. Quando o céu estava preto e chuvoso ela abria um espaço nas nuvens e me mostrava que amanhã faria sol!
Contava histórias, me fazia chorar junto com ela, eu choro mesmo, e conto sem vergonha que eu choro quando penso em tudo isso.. Eu me emociono, e sabe a certeza que eu tiro disso? É a de que ela é alguém muito especial p. mim. A noite antes de dormir me colocava medo falando que a Mimi viria me buscar, ela faz um bolo de chocolate que NINGUÉM faz igual, tem segredo e não tem como saber qual é, rs. Minha tia é aquela mulher gerreira, que passou por coisas na vida que eu não desejo a ninguém, quer saber a real ela é um orgulho para mim, ela e as experiências dela me dão a certeza de que nem tudo que é ruim é a pior coisa, sempre tem algo pior! Com ela eu aprendi que não vale a pena jogar uma pedra em quem te atirou um paralelepipedo, aprendi também que, o medo na maioria das vezes nós quem o enventamos, e que se fecharmos os olhos ele some, assim foi com o suposto carinha da laje, com essa minha mãe eu vivi coisas que JAMAS eu esquecerei, também me ensinou que amores vem, vão, voltam, as vezes somem, mas tudo passa.. 
A lagrima nem sempre é sinonimo de tristeza, na maioria das vezes é de lembrança!
Eu so tenho a agradecer, agradecer a TUDO, tudo que vocês fizeram por mim, não desde o dia 1 de maio de 2009 quando eu comecei a trabalhar ai e sim desde os meus 6 anos de idade quando eu os conheci! Eu quero agradecer a você tia Ester, por tudo o que eu vivi e aprendi com você..
De coração eu so tenho a dizer, eu te amo muito, muito obrigada por tudo, você pode sim contar comigo para TUDO, porque além de mãe vc é uma otima amiga, fiél e conselheira. EU TE AMO!

agradeço também ao Alex, Bruna, Valter, Andressa.
ps: não estou me despedido, apenas agradecendo por tudo, minha segunda família!

2 comentários:

  1. É pelo valor que você dá às pessoas que fazem parte da sua vida que o seu valor é medido! E o seu valor eu digo: É inestimável! Eu te amo muito minha afilhada e tenho muito orgulho de você! Você me faz ter grandes expectativas! Quanta coisa você já aprendeu, quanta consciência você tem muitas coisas! Ai ai ui ui! Bjs

    ResponderExcluir
  2. Cats are cute, no doubt.

    When they are friendly.

    Russ;)

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...