21 de março de 2012

E assim eu vou vivendo.





Eu te pressiono, questiono, falo pelos cotovelos. Eu brigo, choro, esperneio até os meus pés começarem a balançar automaticamente. No final eu te abraço, ganho carinho, desculpo e pergunto o porque de estar sendo perdoado. Eu dou carinho, sorrio bem leve e troco beijos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...