13 de abril de 2012

Histórias de uma ida ao país Alemanha (2)

O Monstro do quarto feminino!

Não tenho certeza, mas acho que foi antes da minha alergia ao tempero alemão que colocaram no macarrão. Sei que o quarto das meninas era enorme, retangular com janelas grandes que tinham grades, era lá no alto e fazia muito frio a qualquer hora do dia, as camas eram muito desconfortáveis. eram tipo umas camas de acampamento com um colchão extremamente fino que mais parecia um lençol esticado. Tinham umas 30 ou mais camas la dentro, nós eramos muitas garotas, com um quarto bagunçado e calcinhas secando penduradas do aquecedor -acredite. Era de noite, bem tarde já, como sempre, chegávamos bastante tarde das apresentações e de manhã cedo acordávamos com os avisos da Cony -não sei se escreve assim o nome dela, tínhamos que estar de pé, para o café da manhã.
Mas mesmo assim estávamos lá com maior fogo, sim, bem brasileirinhas, dormindo tarde .. Fazendo besteiras é claro. E foi nesse dia que apareceu o monstro do quarto, foi quando,

Cinco das garotas foram ao banheiro -do lado de fora, para se preparar para dormir, o resto das meninas, eu incluída a esse resto, ficamos no quarto e desligamos todas as luzes, espalhamos coisas no chão, fechamos as janelas, a porta e tudo. Um detalhe, dentro do nosso quarto, que mais parecia um corredor cheio de camas, tinha la no final uma porta, uma especie de buraco escuro que não podíamos mexer, nem saber o que era guardado lá, o que despertava imensa curiosidade em todas.

Então, quando as meninas voltaram do banheiro a nossa protagonista Mayara, mais uma vez, bagunçou os cabelos, se enrolou em um lençol e começou a fazer caretas e movimentos aterrorizantes, quem estava dentro do quarto com ela ficou com medo, começamos a gritar e rir, porque sabíamos que era ela, eis que a palhaça se escondeu de baixo de uma das camas.

Quando as meninas voltaram do banheiro, tudo no maior silêncio e apagado, elas deitaram e então a Mayara começou a fazer barulho de fantasma, monstro seilá o que, rs, só posso contar que foi uma gritaria sem fim, gargalhadas e muito medo, até que alguém entrou na brincadeira também e foi ser monstro com a Mayara não lembro quem foi, elas no chão e o resto das meninas em cima da cama gritando e rindo, talvez até chorando, tinham umas meninas muito sensíveis por lá, né, rs. De repente a doida da Mayara me resolve ir bem perto da tal porta, abre e a bate com força, sim. Foi o maior susto que eu ja levei, que medo, foi tão assustador que ela mesmo ficou com medo e saiu gritando:
-AAAAI MAMÃE!

Levantou voada do chão e saiu correndo para a minha cama que ja tinha muito gente apertada, a Carol, Tatalia eu provavelmente. Pensei que ela estivesse brincando, mas não, ela estava com medo mesmo, foi realmente muito engraçado e toda vez que lembro dessa cena dou gargalhadas, mesmo que sozinha. hahahaha'. Os gritos, e gargalhadas foram tão altas que me recordo que algum professor ou supervisor enfim, deve que ir até o quarto mandar que fossemos dormir.

ACHEI UMA FOTO DO RESTAURANTE DO POST ANTERIOR GALERA!! rs
Todos os dias lembro dessa viagem e conto histórias para mim mesma, agora a ideia é postar com detalhes aquelas que eu lembro. Citando também, principalmente a quem foi e esteve em cada história, que é muito provável que vocês lembrem de mais coisas que eu, se quiserem acrescentar estarei feliz, e que cada pessoa conta a mesma história com um gosto diferente né.

Um comentário:

  1. Ri demais dessa kkkkkkkkkkk
    Mayara sempre aprontando, ainda mais na Alemanha.
    Muito bom, mais histórias logo hein!

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...