17 de setembro de 2012

Histórias de uma ida ao país Alemanha (4)

A Salsicha misteriosa.


Enfim havíamos chegado ao lugar mais esperado da viagem, a maravilhosa Berlim. Onde se esconde tantas histórias que temos que estudar nos nossos livros. Imagino que para quem estava no 1º ano aquela época, estava alucinado por estar pisando nas terras dos livros.

Lá ficamos em um hotel lindo, maravilhoso, que tinha um salão de jogos, uma sala com um piano onde ficávamos cantarolando nossas música enquanto a professora arrazava nos teclados, tinha também uma mini lan house e os quartos eram mais que confortaveis. Não sei nem uma palavra certa para explicar como aquele lugar era magico e perfeito. O travesseiro parecia mais o colchão de tão grande e macio, deitava meu corpo inteiro nele, é, aquele lugar é maravilhoso, exeto por uns detalhes que ...


Lá vou eu novamente, para nossas fascinantes aventuras em um Pais chamado Alemanha.

Era um corredor enorme o andar onde ficava nosso quatro (Louise, Laina, Tatalia, Mayara, Carolina e eu), mas lá tinham vários outros, o nosso era na no final do corredor, a ultima porta. O problema foi que, o quarto que ficava literalmente de frente para o nosso foi ocupado. Ai nossos problemas começaram... Ou o dos nossos vizinhos, hahaha'

Em uma noite, provavelmente depois de um dia de trabalho, estávamos fofocando como sempre no nosso quarto, enquanto a Laina arrumava, a Louise bagunçava, eu reclamava com a Louise ou chorava lendo cartas do Renato, a Carolina conversava civilizadamente com a Tatalia e a Mayara (...) ah não! Onde estava a Mayara?

Eu escutei a voz dela reclamando e reclamando de uma zoada no corredor , reclamou uma, duas e na terceira vez abriu a porta para ver o que era.Voltou mais revoltada ainda, dizendo que era um grupo de meninas alemãs  correndo e falando seilá o que de um lado para outro. A zoada continuava e nós ja estávamos ficando irritadas com a bagunça, quando para piorar toda a situação, alguém bate na porta do nosso quarto. Fomos ver, não era ninguém, passou. Então pela segunda vez, escutamos um barulho de algo batendo na porta do quarto, quando fomos ver, tinha nada mais nada menos que um pedaço de salsicha na porta. É claro que não entendemos nada.

Questiona para cá, questiona para lá, até que a última conclusão foi que nossas vizinhas estavam fazendo palhaçada com a nossa cara e PUM. Mai uma vez um barulho na nossa porta e quando fomos ver, mais um presente, outro pedaço de salsinha. Foi ai que a nossa querida protagonista Mayara resolveu ir mostrar que era brasileira e morava em um morro. Ela simplismente foi lá na porta das meninas e começou a socar. Quando elas abriram, nem pensou duas vezes, mostrou a salsinha para elas e começou a falar em alto e bom tom:
''- Isso aqui. É de vocês? Em? Responde é?''

Que comece a comédia...
É claro que as meninas não entendiam nada, um grupo de quase 8 garotas e um menino no meio que até hoje eu acho que era meio gay. Ficaram olhando com uma cara de desespero para a Mayara que xiava e xiava. Sério, nesse momento eu so imagino a cara deles de desespero e a cara da Mayara gritando mexendo a boca e não saindo som nenhum, pois eles não estavam etendendo nada do que ela falava. Eles faziam sinal com as mãos de que não compreendiam, e ela continuava a falar. Não lembro muito bem, acredito que a própria quem fechou a porta xingando um belo de um palavrão (depois que falamos que eles não estavam entendendo nada é claro)

Entramos no nosso quarto cheias de marra e de si, sentindo que nós eramos as tais, ninguém iria passar por cima da gente e nos desrespeitar depois daquela moral que colocamos nas alemãs... Quando de repente, PUM, PUM. Fim dos nossos quase 5 minutos de gloria. É, agora elas nos chamaram para a guerra, então vamos atacar!!

Nossa líder saiu feito um furacão, ou vulcão com larvas vocês que sabem. Sei que quando ela abriu a porta e viu aquelas duas salsichas mais uma vez ali, no chão, tudo saiu do controle. Lembro que ela foi lá e quase quebrou a porta das vizinhas e escutamos varias rizadinhas, eu só pensava assim '' vai lá Mayara mostra quem somos, vai, vamos ganhar, rs. '' É olha que coisa mais idiota. 
As meninas abriram a porta e ficavam atras do garoto, o segurando e o colocando feito escudo na frete delas, o menino estava com uma cara de chorão que dava dó.

Nosso 1º almoço na Alemanha post (aqui)
Mas so pela ironia e abuso delas, a Mayara começou a falar seu embromeichom em alemão -sim, ela se esforçava e conseguia falar algumas coisas. Parecia que dessa vez ela queria que as meninas entendessem. Ela começou a perguntar se elas tinham tacado a Salsinha na gente e blablablá pra ca e blablablá pra lá,
-''Salsicha bist du? bist du?''
Foi quando a menina veio falar alguma coisa de alto tom e então a Mayara fez uma cara de deboche que eu nunca vi na vida, (mandou as meninas para um lugar feio) simplesmente virou as costas e  TUM, tacou a salsinha na cara delas. Depois dessa foi embora. hahahaha'. Serio, foi uma das cenas mais ilárias que eu ja vi. Ela fez uma cara, balançou os ombros e virou as costas, estava bom aí, mas ela quis mais e de costas ainda, fez o favor de tacar as salsinhas na cara das garotas e saiu batendo a porta, hahahaha'
Agora sim, agora sim estamos com a moral la no alto, mas, sabiamos que estavamos de certa forma errada, então, como tais santas do pau mais oco do mundo, saimos do quarto em desparada e fomos falar com a Coni  -uma de nossas supervisoras. Falamos que essas meninas estavam nos atrapalhando a descansar e que implicavam com a gente, tacando salsinhas no nosso quarto e tudo que tinhamos direito de exagerar.

Eis que as meninas estavam lá, com uma escola também e para fechar essa história inacreditável a professora das meninas foi la no quarto delas e so ficamos de butuca ligada no esporro que elas estavam tomando, mesmo sem entender nada, foi a onda mais bem tomada que ja tiramos, mesmo sem entender  e podendo a professora estar falando mal da gente ao invés de dar esporro nelas. Eu prefiro acreditar que saímos ganhando o jogo, afinal de contas, não foi nada calculado, mas as salsinhas nunca mais voltaram!

curtiu?

Um comentário:

  1. Olá, como vai?
    Gostei muito do seu blog,muito legal mesmo.
    Quer divulgar em meu Portal de blogs,se quiser é só nos visitar.
    Até mais

    Portal de blogs Teia

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...