24 de outubro de 2013

Toda paixão tem o mesmo começo

Aquele momento em que você abre a porta, bem devagar, cheia de receios, estilo aqueles filmes americados, com uma corrente te fazendo enxergar apenas uma parte do rosto da pessoa. Você fala com poucas palavras até ter certeza de que pode deixa-lo entrar. 

O problema é quando uma boa lábia e um sorriso simples e sincero derretem a ousada da corrente e saem invadindo um espaço totalmente privado. Você sente medo, mas por se sentir atraido feito homem com o canto de uma lenda folclorica permanece ali. 

Começa a procurar mais sobre a pessoa, começa a se interessar mais e de repente quando se pega, está nervosa atoa, ansiosa a toa e chorando atoa! Vai entender a vida, vai entender.

Me acompanhe nas redes sociais:


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...