28 de novembro de 2013

Um ano de vida, Belinha nosso amor!


Quando eu te conheci você ainda estava no lugar mais seguro do mundo, é estranho imaginar que você esteve lá, eu ainda não sou mãe e não tenho ideia de como é essa sensação, mas sei que quando você crescer também vai estranhar sua primeira casa.

A primeira foto que eu vi sua era engraçada, preta e branca, toda borrada, vou te contar que seu fotografo estava mal, não entendi nada daquela foto, mas sabia que ali estava uma pessoa muito especial (risos). Foi ali uma das primeiras vezes que eu curti o status da sua mamãe, se não, a primeira!

Ali tão inocente e vulnerável, você mal imaginava o que sua mamãe passava aqui fora, as preocupações, o medo, o desespero, o sofrimento, o desprezo e acima de tudo a aflição e você não tem ideia de como ela transformou todos esses sentimentos em um só, chamado amor!

Sem querer foi aí que eu apareci na sua vida, bom, na vida de vocês... Eu escutei sua mamãe e acompanhei mesmo que virtualmente todas as vezes que você ia a praia. Quando você nasceu eu soube pelo seu papai Diego, que me contou todo bobo e cheio de alegria por ter sido tudo 'bem' e sua mamãe ter resistido ao primeiro trabalhão que você deu a ela. Mal sabia ela o que ainda estava por vir e o que ainda está não é mesmo?

Hoje faz exatamente um ano desse dia, um ano que você veio ao mundo, que você saiu do seu casulo, feito uma borboleta, toda linda, toda meiga, toda perfeita, toda Belinha! Sua titia que baba por cada sorriso seu, foi te pegar nos braços quando você já tinha alguns meses e já era bem durinha apesar de não saber nem sentar, mas a verdade é que o amor que eu sinto por você já estava dentro do meu coração a muito tempo!

E cada vez que você sorri é de se derreter de amor, cada vez que você fecha os olhinhos e encosta seu rostinho em mim dá vontade de te apertar todinha, cada vez que você da uma gargalhada e seus olhinhos ficam bem pequenininhos da vontade de te beijar sem parar, cada vez que você chora da vontade de chorar junto e cada vez que você me escuta cantar ''Belinha danadinhaaa ♫'' e começa a sorri me reconhecendo é de falecer!

Vi seus primeiros dentinhos e sua primeira atitude de ''mulher corajosa'' tentando ficar em pé e dar o primeiro passo rs (coisa mais linda do mundo), hoje eu to aqui me derretendo inteira de relembrar dessas coisas apenas para lhe dizer que eu sou completamente apaixonada por você e cá estou eu comemorando o nascimento da nossa bebê mais amada, nossa belinda, nossa  bebe do instagran, nossa isso, nossa aquilo, nosso doce, nosso sorriso, te amo minha gostosa, te amo mesmo, te amo muito! Um dia você vai ler, um dia.(...) Feliz Aniversário minha pithula, Isabella Victória ♥


Me acompanhe nas redes sociais:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...