20 de fevereiro de 2014

Um brinde, um verdadeiro brinde!

Me embebedei ontem, embriaguei, fiquei doidona, sai da linha, me extasiei, nem consegui fazer o quatro deitada no chão da sala que eu cai, quem dirá de pé. Lembrando do chão, era de taco, deve está registrado no meu pensamento porque me lembra a primeira casa que eu morei.

Bons tempos. Ah essa casa, Quantas lembranças... Com certeza foram essas lembranças que me fizeram chorar ontem deitada de bruços naqueles tacos. Minha memória está com falhas, mas meu amigo estava lá comigo e fez questão de me lembrar de cada segundo daquela noite.

Ele foi me visitar para me socorrer da depressão, ele sabia que tinha esse poder, quando ele chegou lá eu já estava no caminho do sexto copo, vai saber. Ele não costuma se render a meus encantos, mas entendeu que ontem eu precisava apenas disso, por isso brindou aquele copo de botequim comigo!

- Aos problemas que vão ser esquecidos por essa noite, ainda vão existir amanhã, mas não nos causará depressão!

Eu lembrei de como nos conhecemos ele riu e me chamou pelo apelido que tinha me concedido nessa mesma época. Ele riu das minhas fotos antigas, lembrou de todos os meus defeitos, me olhou novamente e fez questão de dizer que eu não havia mudado em nada, claro que começamos a rir.

Uma verdadeira conversa jogada fora que em uma frase, metade eram apenas risos e boas lembranças. Eu não sei em que momento o game over me chamou, mas eu sei que ao amanhecer ele estava deitado ao meu lado naquele chão de taco molhado e ao abrir os olhos ele sorriu e me abraçou forte! Um brinde, um verdadeiro brinde!

ps: eu tenho certeza que você leu e achou que essa história aconteceu comigo, mas 
faço questão de dizer que é apenas mais um texto literalmente criado, 
inspirado em muitas pessoas juntas. 
Inclusive, você pode ser uma delas!

Me acompanhe nas redes sociais:

2 comentários:

Obrigada por comentar :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...