5 de junho de 2014

Não me entreguei por medo de te perder

A troca de olhar pode ter tido culpa, as vezes que nos encontramos em sociais talvez, os amigos em comum dando força para um talvez ''nós dois'' com certeza foi um empurrão, mas a verdade é que eu não sei bem como tudo começou.

A cada dia algo se transformava, não era normal meu sorriso ser mais feliz por alguém me chamar em alguma rede social, não era normal ver seu rostos sempre quando eu fechava os olhos, eu estava estranhando muito sentir um nó na garganta quando te via com outra sem falar no calafrio que dava ao tocar aquela música.

Todas as lembranças eu tenho guardadas, cada gesto seu eu levo comigo, aquelas velhas fotos então reservadas e cada beijo seu eu sinto sozinha. Tenho que confessar, tive medo de me entregar, sei que possivelmente esse tenha sido meu erro e quiça o motivo de um adeus.

Sim, fui insegura, corri contra o vento que nos levava tão bem, parei no meio do caminho, larguei a sua mão. Mas já parou para pensar no que eu realmente sentia? Questionou que se me senti insegura pode ter sido falta de um apoio seu? Eu preciso dizer que não me entreguei por medo de te perder, porém, por não me entregar, deixei de ganhar!


Me acompanhe nas redes sociais:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...