29 de julho de 2014

Faz de conta que ainda é cedo

''Aquele sonho distante, impossível de acontecer, onde eu te recebia na minha casa em uma noite chuvosa, pedia para você ficar avontade, lhe oferecia um vinho doce e de repente me via nos teus braços.''

Eu abri bem os olhos e balancei a cabeça, senti que respirava fundo e de uma maneira meio triste. Porque impossível? Fiquei por um tempo me perguntando se na verdade os dois tem um querer tão forte e tão bonito, porque não nos permitimos ao menos uma boa conversa para resolver essa situação tão conturbada que se chama 'nós dois'?

Me acompanhe nas redes sociais:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...