22 de fevereiro de 2015

Seu primeiro aniversário, Lucca Ivo.

''-O que está acontecendo?
-Fala logo Carolina o que é? O que que foi? Fala logo, tu ta gravida de novo?
Um minuto de silêncio, cinco de choro
- É, e vocês são os padrinhos!''

Foi exatamente assim que eu descobri que ganharia o presente mais maravilhoso de todos, você! Ser madrinha é ser segunda mãe, é saber que alguém confia em você de olhos fechados, é um amor para a vida toda! Daquele dia em diante eu passei a ser a sua madinha! Criou dentro de mim um amor que mesmo tentando eu não conseguirei descrever. Eu queria te ver logo, te beijar logo, te abraçar logo, te ter logo pra mim.

Desde o dia que seus pais anunciaram sua vinda já sabíamos que seria você, nosso primeiro hominho, já havíamos escolhido seu nome e tudo. Cada dia desses meses que você passou no paraíso da barriga da sua mãe, foram uma grande aventura aqui fora, um sonho, uma batalha, uma luta, uma ansiedade, uma verdadeira loucura... Um dia você vai entender. 

Lembro quando senti você chutar a primeira vez, era como se você conseguisse ouvir a minha voz boba apaixonada querendo sua atenção. Lembro também do nosso primeiro encontro, sua irmã foi também e queria destruir a sala de ultra-sonografia espoletando de um lado para o outro, enquanto sua mãe estava la, emocionada ao te ver e eu me derretendo ao escutar pela primeira vez o seu coraçãozinho.

Saber que você estava a caminho era realmente especial, mas poder te ver ali naquela telinha mexendo e ouvir seu coração não tem palavras. Foi uma sensação de emoção indescritível. Você estava a caminho e cheio de saúde, nosso Lucca Ivo!

Era uma sexta feira dia 21 (mais uma sexta, mais um dia 21, mais uma coincidência da vida), quando sua mãe ligou sentindo as dores, era a hora. Eu orava muito para que não fosse mais um alarme falso. Fomos correndo para o hospital, cheios de ansiedade e esperança. Ficamos lá até as 4 da manhã e nada de você resolver vir, mas lá estávamos nós, firmes, apaixonados e cheios de gás além de amor.

Parece que foi ontem... Se eu fechar os olhos consigo sentir o mesmo aperto no coração que senti aquela madrugada quando abracei forte sua mãe, beijei você na barrigona dela e tive que me despedir de vocês. Deixar vocês dois lá sozinhos foi realmente difícil, mas eu sabia que daria tudo certo meu amor, sua madinha voltou chorando litros mas com muita fé.

Sábado dia 22 de fevereiro, o mundo inteiro conectado nas redes sociais, quando de repente deu uma pane em tudo e no Rio de Janeiro todos ficaram sem sinal por alguns minutos, o que parece horas para quem vive conectado e foi justamente/exatamente nesse momento do dia que você resolveu vir ao mundo! Eu te digo meu pequeno príncipe, o mundo parou para sua chegada!

Você é um anjo, aquele que vem de maneira inesperada, enviado por Deus, quando ele tenta agir de alguma forma e não consegue, então acaba enviando seus anjos mais fortes do céu, aqui para esse mundão chamado Terra Muitas vezes para nos dar lição, outras para nos dar mais felicidade, outras para nos dar dificuldade e fazer aprender, outras para nos confortar e sempre para nos trazer amor. Você, meu amor, veio com todas essas missões ao mesmo tempo e as realiza de uma maneira tão doce, tão meiga, tão perfeita...

Então, eu te peguei no colo pela primeira vez, tão pequeno, ao mesmo tempo tão grande, tão perfeito, tão lindo, tão gostoso, tão meu... Cada mês você vem mostrando uma graça nova, um aprendizado, mostrando como cresce, como passa rápido... Até que eu pisquei e de repente o tempo passou.

Hoje, exatamente hoje, faz um ano de que toda essa aventura começou. Realmente parece que foi ontem. Eu te amo de uma maneira tão simples, tão natural, tão indescritível, cada sorriso seu, cada abraço, cada beijo babado, cada manha, charminho, dengo, cada bocejo de soninho de mimo, de quem quer atenção... 

Essas coisas tão simples fazem meu coração sumir de tanto prazer, você me dá os melhores e mais gostosos sentimentos da vida, o mais verdadeiro amor. O bebê da madinha, minha vida, meu gostoso. Que Deus ilumine sua vida como vem fazendo desde sempre, que você não cresça rápido, que você me faça chorar de amor por milhões de vezes mais, que o tempo passe bem devagar, que o mundo do faz de conta dure muito, que a inocência se arraste, que a vida seja sempre doce, leve e fresca. 

''Vem Lucca, vem! Namora a madinha! Pula Lucca, pula, vai amor, um, dois, três e, já!! Manda beijo pra madinha, huuuma! Lucca Ivo, desce dai, Lucca Ivo larga isso, Lucca Ivo, não pode, para de chorar Lucca, seu chorãozinho!'' Meu amor, que seja muito feliz seu primeiro aniversário, eu amo você!

Meu Lucca Ivo - Meu jogador, eu te amo. - Ser madrinha, é ser segunda mãe

Um comentário:

  1. Chorei lendo.. É lindo ver um amor puro como esse nos dias de hoje ! #parabénsLucca

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...