31 de outubro de 2011

Um mundo diferente - nº 37.

Quantos eus posso ser? ou ter sido? ou serei?
Parou um pouco pra pensar?
...
Você se conhece bem como é. Como foi sua vida, suas vitórias, seus desencantos. E sem dúvida se recorda muito bem dos momentos cruciais em que teve que escolher um novo caminho. Após suportar alegrias, tristezas, arrependimentos, compartilhamentos.
...
E se você pudesse voltar dessa ‘viagem’? tipo, não gostei desse caminho, dessa paisagem, desses cheiros... quero voltar para o ponto de partida desta experiência . recomeçar de outro jeito.
...
Sabemos que isso é impossível. O tempo não para, não espera, nos arrasta inexoravelmente para algo parecido com um buraco negro, daqueles perdidos no espaço, que sugam, engolem sem piedade , mundos, estrelas e sonhos.
...
Mas a busca do conhecimento, a curiosidade irrefreável do ser humano, o progresso o avanço da tecnologia, provavelmente nos permitirão, um dia, avançar para além do impossível de hoje. Acredito que é o destino da humanidade.
(...)
Pense um pouco, e se sinta à vontade para viajar para seus outros eus, espalhados por aí, pelos universos paralelos. Em todos haverá bons e maus momentos, conflitos e reencontros. Mas num ponto todos parecerão: tudo o que acontece, em qualquer desses mundos, estará no caminho da busca da felicidade.

Fala - Maurício de Sousa!

Masmorras e Dragões, boa lição!

Um jogo de muitas emoções. Um mergulho no seu eu. A busca das estratégias vitoriosas. O abandono dos amigos. O que interessa é vencer? Quem pensa que está vivendo essa situação...

Talvez esteja realmente. Porque aqui estou falando de um jogo escolhido pelos nossos amigos da turma da Monica jovem na história desta edição...

Um jogo sem ganhadores ou perdedores depois de terminado. Mas ao mesmo tempo um jogo que passa lições de vida, de comportamento social, de amizade e solidariedade... Se você quiser sair vivo.
Avalie como você se comportaria em cada momento, a frente de cada desafio, e pense se não faria o mesmo. Seria meiga e despreparada como a Magali? Nerd como o cascão, levando todas? Ambicioso e conquistador como o Cebola? Ou preocupada com parecer o que não é, como a Monica?

No jogo que permite novas rodadas, você pode mudar de jeito, estratégia, vontade e foco... No jogo da vida, pode não haver novas rodadas, mas, se houver, pense no que mudaria e...
Enfrente tudo ao lado de seus amigos.

Afinal, mostramos aqui que, ação em equipe, em colaboração, nos faz vencedores contra o vilão afinal e merecedores do tesouro mágico.
Quem quer jogar?


Fala Mauricio - nº38

30 de outubro de 2011

Colorir papel - por do sol.

É um vento que passa e que leva, raia o brilho de cor amarela, planta o pé no chão. O amor dando volta na terra, arco íris de luz aquarela, banda coração.
Vamos ver o pôr do sol, me dê a mão, uma estrela só não é constelação, sem destino vamos juntos, passear feito nuvens no céu, derramar a tinta colorir papel.
E amanhecer nós dois, perfume, bem me quer, tem biscoito, queijo, bolo, leite no café.


é claro como fazemos bem um ao outro.
é realmente a nossa cara um cénario desse e uma música dessa.

26 de outubro de 2011

Meu anjo.

Se eu tivesse o poder que eu gostaria, nada seria como tem que ser!
eu te amo demais minha preta.
essa é uma criança, pequena, esperta, que me ama. Essa é minha irmã mais nova essa é a criadora da eterna, Zizih que vocês tanto gostam!

o telefone toca, nome: Nilsa Magalhães
eu: alô?
uma voz meia: Zizih, quando eu fiquei em casa hoje, eu senti muita saudade de você, vem me ve aqui no niteroi, vem?
te amo muito, muto, muto, muto, muto, muto [...] muuuuuuuuuuuto em!
ELA ACABA COMIGO! :') EU TE AMO DEMAIS BRUNINHA!




Da noite para o dia.

Calma, meça suas palavras, antes de sair falando qualquer coisa, sua vida pode mudar da noite para o dia, sim essa é a mais pura verdade.

Da noite para o dia, você pode receber uma ligação, em um momento triste e desesperador, que era um pesadelo e aquela ligação te fazer sair de casa e ir morar só. Da noite para o dia, você pode conhecer um menino, se apaixonar com apenas um olhar, ficar louca, pirada por algo que não te pertence e fazer uma loucura por amor.

Da noite para o dia você pode ser pedida em namoro, pela primeira vez na sua vida apesar de as ter namorado antes, com um gesto simples lindo&maravilhoso. Da noite para o dia você pode pegar um caderno de desenho em branco com mais de 100 paginas e escrever sua história de amor linda, com recortes e colagens super criativas, deixando alguém se sentir o homem mais feliz do universo.

Da noite para o dia você pode está trabalhando em uma empresa maravilhosa e de repente está desempregada, porque você quis cuidar da saúde, e dessa mesma noite para o dia descobrir que tem uma doença, sem cura e muito delicada.

Da noite para o dia seus familiares podem estar longe de você e você não ter ninguém, se sentindo a péssima mais sozinha no mundo, mas da noite para o dia, alguém pode chegar em você e dizer que você é tudo enfim o que se é preciso ter!

Da noite para o dia, você pode ter coragem de falar com alguém que você tem carinho, mesmo não deverendo ter. Da noite para o dia pegar uma afinidade e descobrir que alguém que deveria, e já, te odiou, hoje até gosta de você..

Da noite para o dia, tudo pode acontecer!

Voltando da escola.

 
A vida parece ser eterna, longa e chata, 
somente para aqueles que não a vivem com intensidade, 
essa sou eu, 
esse é o meu pensamento.

Sem rumo

Pegar um carro sem destino, uma moto e sair voando pelas ruas vazias sem transito algum, ou até mesmo uma barca que depois de uma hora vai me deixar em uma Ilha ‘deserta’ e maravilhosa. Onde toda vez que lá estou, sinto meu corpo mais leve e sinto um começo de um amor que até hoje brilha forte.


Quero olhar para o mar de um jeito diferente, deitar na areia e sentir-me livre de qualquer problema que a fumaça do centro que traga. Usar aquela canga verde lindíssima para não deixar o mato de um jardim me ‘pinicar’ enquanto estou deitada rodando na grama e cantando, ou simplesmente rindo de coisas sem sentido.

Sinto necessidade de colocar para fora histórias que ainda trem graça dentro de mim e escutar novas histórias ou até mesmo aquelas que eu já sei o final, mesmo assim acabar rindo com ele. Comer o meu fandangos de presunto, beber a minha coca cola e deixar de lado o wii-fi do celular de ultima geração.

Conversar com pessoas novas e conhecer universos paralelos diferentes do meu, mas não tão longe, ter novidades para dizer, ‘caraca em’. Ou ficar perto daquela pessoa que me ama tanto que se eu pedir se faz de desconhecido e me faz sentir o que eu quero no momento que eu preciso!

Fugir desse mundinho pequeno, que eu já conheço, estava em um processo de libertação e cai em uma pequena tentação, apenas para registrar, que, eu sou a Viviane Magalhães, eu amo a cor verde, amo escrever, dançar, tenho um blog popular e falo o que tenho vontade!

24 de outubro de 2011

E nunca mais eu quis soltar


So poderia dizer que a cada dia que se passa, meu sorriso é por sentir-te ali tão proximo, tão aqui, tão em mim, fazendo tudo torna-se realidade, enfeitando o feio, clareando o escuro, me segurando a cada deslise.
Colocando toda sua força atravez de energia, com um leve toque de mão, depositando essa confiança de que o amor é mais, muito além do que imaginamos e podemos ter noção, como é gostoso ser feliz ao teu lado!

Muito obrigada por tudo - André Luis.

Meus devaneios

Com os pés para fora de um edredon quente da cor verde, vejo minhas unhas pintadas de azul piscina, implirando para ser trocada essa cor. Meu corpo coberto sente calor, por esse motivo descobri apenas os pés, afim de refrescar.

O notebook no meu colo não é de meu pertence, mas quebra meus galhos quando sinto necessidade de colocar para fora apenas palavras soltas. Os dedos soltos, com calos de tanto escrever fazem a festa quando tocam o teclado, as unhas sempre enfeitadas e pintadas de tons esverdeados chegam antes.

Minha aliança que era folgada no dedo que deveria estar, agora fica certinha do dedo indicador, fica depois do solitário para que possa prende-lo, assim como meu corpo todo, meus dedos são magros.
Sem roupa por baixo da blusa larga que me veste, pois acabei de acordar e não gosto de dormir presa, com as roupas que somos obrigadas a usar por de baixo.

Essa blusa do guanabara também não me pertence é de meu namorado, que está na faculdade neste momento, lugar que eu desejo está ano que vem. O cabelo curto não alivia meu calor, mesmo estando amarrado, feito 'rabo-de-cavalo' com uma xuxinha verde pequena.

De um lado a parede branca está gelada, do outro encontro a raquete 'mata-mosquito' verde também, noto que influenciei muita gente aqui nessa casa. Sei que sem querer, faço isso com as pessoas que entram ao meu redor. Minhas provas do enem também estão aqui do meu lado, uma folha de papel largada e riscada com a caneta que usei na prova, perto de meu celular, aquele C3, coberto por uma capa emborrachada verde.

Meus olhos ainda estão meio inchados e cansados, vim apenas notificar meus acertos da prova do enem deste final de semana, para a primeira vez, não fui mal mesmo. Espero que as que eu acertei tenham sido de muito pontos, já que está prova não é por acerto e sim por dificuldade da questão.

Nesse momento me despeço desde post, sem pé nem cabeça, é como me sinto neste devaneio de palavras soltas!

16 de outubro de 2011

Não esconda essa paixão!

Quando estamos apaixonadas, cegas ficamos, esquecemos quem fala conosco, esquecemos o que é para se fazer ou ajeitar, esquecemos até de dar atenção para alguém que berra nosso nome bem do nosso lado.
Ela é aquela que contagia seu dia, faz você amar uma cor preferida e querer fazer carinho até em uma joaninha.

Mas quando ela é aquela a qual não queremos aceitar, muda completamente aquilo de bonito que deveria nos proporcionar. Pois a paixão, como o amor é para vir florir seu dia, porém aquela que se é escondida por você mesma, lhe tras coisas contrarias. Porque?
Bom, porque você mesma não quer isso, não é assim que você sonha... E sim com beijos não mais escondidos, com carinhos expostos sem segredo, onde o unico segredo que haja agora é a intimidade de vocês.

Mas então porque não assume, não vai atras? Essa paixão quer virar amor e você está a proibindo de ser feliz, ela te rasga as noites porque você não a aceita, é por isso que ela te incomoda ao inves de te fazer sorrir. Quer uma prova? Quando você da uma pista de que vai liberta-la, dando um sorriso por uma mensagem, pensando em um beijo que lhe foi dado, você fica feliz, mas logo você ilude essa paixão, então tranca ela no seu lado escuro, seu interior seco.

Ela acaba lhe fazendo mal, lhe empurrando perigos e arrependimentos, fazendo você tomar atitudes contrarias as que você escolheria, pois ela apenas que lhe castigar pelo pecado que está cometendo em tranca-la nessa sala fria!

amor é para viver não para entender!

6 de outubro de 2011

Aquiles (L)

Eu tenho um  ursinho lindo&maravilhoso que eu nomeei de Aquiles, é um leãozinho, muito do gostoso que dorme junto comigo todas as noites, o mais legal é que não ganhei de nenhum namorado.
Quando terminei com meu primeiro namorado, voltei a dormir só, estava sendo meio difícil para mim me reacostumar, porque na verdade nunca dormir só, eu morava na casa de uma amiga e dormia com ela rs.
Meu cunhado, Aquiles e eu, indo p. Paquetá.
Então depois de falhar na tentativa de fazer minha irmã mais nova dormir comigo, resolvi arrumar algo, sem ser o travesseiro.
Um dia, o qual eu não estava procurando nada na cidade, passei pela lojinha de 1,99 que tem perto da minha escola e ali mesmo eu o encontrei, foi amor a primeira vista!
Lindo, tão lindinho, so tinha ele ali, da espécie dele só.. Os outros eram até bonitinhos, mas nenhum chegava a beleza única do Aquiles.
Peguei sem pensar paguei 23 reais em um urso (na loja de 1,99) rs, e fui para casa linda, bela e feliz com ele nos braços.
A Tatalia foi a madrinha dele, aliás, é, mesmo que ela nem lembre mais, rs. Também, ela é madrinha de tudo que eu pego, uma vez eu ganhei um porquinho (cofre) e ela se tornou madrinha, colocava dinheiro toda semana nele, AUHAUHAUHAUS', eu lucrei nessa brincadeira.
Pois então, eu dei esse nome para ele, porque meu filme preferido é 'troia' adoro essa história grega. Seria Heitor, mas como eu tinha acabado de conhecer um menino com esse nome, dei Aquiles.
Assim que comprei fui para casa do meu namorado e perguntei: ' adivinha o nome dele?'
então vem esse besta e fala: 'Dé' ¬¬' NÃO!
Ele disse outros mil nomes que são derivados do nome dele, mas claro, não acertou, rs.
Ficou meio frustrado, mas mesmo que eu não soubesse que a ex dele colocou esse nome em um sapinho que ela ganhou dele, eu não colocaria esse no meu Aquiles lindo.
O Aquiles tinha e tem, que ter nome de REI, até porque ele é um leãozinho né!
Pois bem, meu ursinho lindo&maravilhoso é o meu melhor amiguinho e dorme agarrada comigo sempre!
ps: a cor preferida dele é verde :D

5 de outubro de 2011

De volta para o amor

Eu faria tudo, tudo de novo, não mudaria meus sorrisos dados, muito menos as provas de amor, não viraria as costas pela rejeição e novamente me agarraria a ela e nela mesma, constituiria forças para levantar a cabeça e ir atrás do seu caminho.

'De volta para o amor', se tivesse que mudar alguma coisa, sim com certeza, eu mudaria as vezes em que tentei, e colocaria mais umas mil vezes nessas. A realidade é que eu desisti de você, de tentar e de achar que uma única lembrança de afeto, a lembrança de um beijo ou um simples olhar, eu poderia ter seu colo, seu sorriso sua dedicação!

Nada mais adianta, depois que o sentimento passa, por mais lento que seja o processo, em uma história de amor assim, não faz diferença rasgar essa ferida e cutuca-la.
Uma vez que, teve um tempo longo para me agarrar e me ter em seu dominio, porém preferiu a sinceridade e o gelo de dizer 'não'.

Quando na verdade agora, quando já não vale mais saber, sabemos que, tudo não passou de um medo, um medo cruel. Qual fez mal a você e a um coração que um dia gostou tanto ao ponto de querer-te feliz. Mesmo que sua felicidade fosse de costas para a de quem tanto te desejava!

2 de outubro de 2011

A outra!

Todo mundo tem o seu lado, 'a outra', aquele que sente o medo, que engole o nó na garganta, que pensa mais nas consequencias do que na sua ação de vontade naquele momento.
A outra de certa forma, prende sua felicidade, te agarra, e segura seus braços, sem deixar você voar, pular alto de um o prédio e mergulhar em um mar verde esmeralda, com profundas experiências novas.
Largar a sua outra, não é tão difícil como pensamos, aceitar a si mesmo é que é!
Vai corre, pode pular, porque nesse mar imenso e lindo, estão seus sonhos e ^´e certeza de que você vai alcança-los e certa forma!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...