25 de dezembro de 2011

Garf do Natal de 2011

Primeiramente, alguém me responde por favor, porque tinha que ser logo meu?

Minha cara ao ver o 'Papai Noel'
Pois bem, este ano resolvi passar o Natal em Paquetá com a família do André. Estamos todos reunidos na sala no meio do nosso amigo oculto -que de oculto não tinha nada- quando a Thais a segunda mais nova da família, me entrega meu presente -lindo demais por sinal-.

Fui eu toda me sentindo no meio da roda, com a cara de pau mais lavada do mundo para contar que havia perdido o presente do meu amigo oculto, além disso tudo, meu amigo oculto não foi ao encontro de troca de presentes -para você ter uma noção do tamanho da bagunça-.

To eu lá me lamentando sobre o acontecido quando de repente alguém me grita: 
- Espera!! Acabou de chegar alguém super especial!

A cara desse MICO também ta ideal, rs.
Sinceramente? Acho que por um segundo eu pensei que fosse o meu amigo literalmente oculto rs. Eis que surge um homem magro, com algodão na sobrancelha, um saco vazio nas costas, roupas vermelhas super largas e gritando HO -HO -HO! HAUHAUHAUAHUAHUAHUAHUAH'
Literalmente essa pessoa não pode ser o papai Noel. HAUHAUHAUHA'

A Garf? Eu tomei um susto tão grande, mas tão grande, que todos pagariam para ver minha cara, corri para o quarto e fiquei horas me perguntando: ''que diaxo de papai Noel é esse? Quem é esse homem meus Deus?''



Conclusão: estão me zoando até agora de ter medo do bom velhinho, éee.. HAUHAUHAU'

Ultimas festas! Meu aniversário ô/

Bom digamos que nessa reta final, a primeira festa está se passando agora, Natal. Depois que venha réveillon cheio de alegria e fartura -não aguento mais 2o11- E então outra data maravilhosa de se comemorar, dia seis de janeiro, o dia de que? rs. Os três reis magos hora :D HAUHAUHAUHA'
Sei que a maioria acreditou que eu colocaria meu aniversário --' -imagina-
Enfim, que esse final e inicio de ano estejam contudo! Meu aniversário e o dia dos meus reis lindos e maravilhosos que levaram os primeiros presentes a Jesus -meu melhor amigo- através da estrela verde, seja maravilhosamente comemorado!


Isso pessoal, vou tentar me manter conectada nesses últimos dias, mas garanto que vai ser difícil!

Feliz Natal.

Noite de alegria, papai noel veio dizer que Jesus chegou!
Hoje é um dia muito especial, de verdade, de coração! Hoje é aniversário do meu melhor amigo, eu tenho que escrever alguma coisa é claro! Esse é realmente meu sangue, minha vida, meu pai, meu irmão, meu tudo! Ele me conforta quando estou com medo, me livra das coisas ruins, me defende e assim incrivelmente eu escrevo que ele é a unica pessoa que sempre está ao meu lado! sempre mesmo.
Hoje é um dia que eu me sinto feliz de estar comemorando essa data, com a cabeça cheia de não do porque tenho uma ceia em casa. Gostaria que todos tivessem essa mesma não, mas enfim..

Um maravilhoso natal a todos! 
Que meu melhor amigo Jesus continue iluminando a vida de cada um,
 especialmente daqueles que eu amo e me amam.

24 de dezembro de 2011

O medo a gente é quem cria

Eu estava desesperada...
Era madrugada já, eu tinha certeza do que estava vendo.. Eu não podia gritar, todos dormiam e mesmo que a casa estivesse cheia eu me sentia desprotegida e só! Quando batia um claro da lua que vinha da janela, era nítido a sombra de um homem com um chapéu. Eu estava morrendo de medo, vamos usar o termo certo! Fechei os olhos mil vezes e toda vez que abria, la estava a sobra do homem sentado me olhando. #medo total! As horas foram passando e eu adormeci. Pela manhã eu fui atras de saber quem era o tal homem e ali contia a prova de que no escuro a nossa imaginação é fértil e o medo quem cria somos nós!
O homem terrível, não passava de uma cadeira com roupas em cima e uma caixa velha da mudança que acabávamos de ter feito para aquela casa pequena, que a primeira noite me custou muito!

Hoje eu acho graça, lembrei disso agora e quis postar rs, eu tinha oito aninhos, acho que virou trauma, rs!

21 de dezembro de 2011

Não tenho como disfarçar!

Mas se eu não gostasse de cantar, de verde, dançar, tirar foto, escrever e falar eu não seria eu. Mas se eu deixasse de ler, ser carismática e ter um sorriso encantador, não seria eu. Mas se um dia eu não chorar vendo filme, comprar um gibi e gargalhar vendo Chaves, não será eu. Mas se em algum momento eu negar que os amo eternamente -RBD, não será mesmo eu.

19 de dezembro de 2011

Estou me sentindo bem, tão bem.

Tudo na vida, acontece, tudo na vida muda.. Como essa vida é irônica, como ela deboxa de mim..
Quando penso que vai tudo maravilhoso uma nuvem para em cima da minha cabeça.. Mas relaxadamente eu espero o vento vir e empurrar essa nuvem preta de cima de mim... Pois é, hoje está acontecendo ao contrário, agora nesse momento, eu escrevo que, quando eu sentia que muita coisa estava de pernas para o ar e tudo muito ruim, foi que eu pedi muito para meu melhor amigo e ele assoprou forte toda negatividade. To com muito medo do resultado de amanhã certo, mas não vou mentir que hoje estou me sentindo bem e feliz, sentimento de tarefa cumprida, enfim..

15 de dezembro de 2011

O que eu faço ...

De uma a duas, eu me pergunto.. Saio falando e coloco para fora esses pesamentos que eu formulo a mais de um ano, saiam eles com jeito ou não. Ao invés de libertar esse impulso que sempre tomou atitudes por mim e acabar deixando que tudo aconteça de qualquer forma. As vezes pensar muito antes de agir de prende e acaba fragilizando demais você mesma. Porém os sábios dizem que devemos pensar e depois pensar mais, jamais agir com a cabeça quente. Então é aqui que eu fico nesse momento, sem saber de qual forma dou fim em uma situação que está entalada em minha garganta fazendo com que eu me sinta super saturada de certas coisas.

Alto estima ta aqui.

Quero informar a mim mesma que, sou uma menina muito feliz que adora escutar música alta, dançar e beber um copo de vinho em datas comemorativas. Que sou cheia de vida, gosto de soltar os cabelos e fazer caras&bocas para uma câmera fotográfica. Gostaria de lembrar a mim mesma também, que adoro falar e dizer 'dai' enquanto conto histórias, exijo que todos saibam que minha cor preferida é verde e que eu sou a pessoa que mais me ama no undo depois de Deus, minha mãe, minha irmã e meu amorado.

12 de dezembro de 2011

De repente, tudo mudou..

Um dia eu acordei de manhã e não tinha mais aqueles amigos que eu andava agarrada, não gargalhava mais como antes, pois aquelas histórias de aventura eu somente vivia com eles.
Um dia eu acordei de manhã e estava tudo revirado, minha vida havia sido invadida e tudo estava sendo modificado, tudo estava ficando mais diferente do que ja estava.
Naquela manhã, além de notar a falta dos meus amigos, eu ja não estava no lugar onde eu passei minha infância, eu ja não conhecia aquele mundo novo onde o invasor me colocou.
Foi nesse dia pela manhã, que a maioria das minhas duvidas começaram a entrar em contradição e minha loucura e solidão começaram a ganhar tamanho..
Porque estou aqui? Essa é realmente a vida que tenho que estar vivendo? Onde estão meus amigos, minha família, meus amores, minha vida? Onde está? Onde eu estou [...]

10 de dezembro de 2011

Durante a madrugada ..

Durante a madrugada eu acordo apenas para ter certeza de que estar ao meu lado, fico acordada abestalhada com sua beleza, que consome meu sono e me faz permanecer focada nos seus sonhos, esperando e desejando que você esteja comigo nos seus pensamentos!
Durante dois anos eu te amei, te confiei e te desejei, durante uma vida pretendo te amar, te confiar, te desejar e te tornar o homem mais satisfeito possível!

Ich liebe dich.

9 de dezembro de 2011

Dia nove de dezembro, foi em 2oo9..

"eu hoje estou com o corpo eletrizado.. e cada verso, e cada estrofe e cada gesto serão de amores meus para aquele quem conquistou meu coração, ai você!"

Você disse, ''Eu também precisava te ver hoje''. Eu não entendi nada, mas antes que eu falasse você completou ''Eu quero te falar uma coisa''. Se enrolou parecia bastante nervoso, porém certo do que fazia e queria falar, continuou.. ''Te falar e te perguntar''. Fez toda uma introdução, falando dos seus sentimentos e do que você pensava em relação a nós dois, ao que tínhamos, ao que vivíamos até aquele momento dos seus medos e dos seus porque's, então olhou para mim e enfim perguntou. (Foi mais ou menos isso né amor?). Eu? Fiquei muda por alguns segundos ninguém nunca me fez essa pergunta, ri, na verdade virei uma besta e comecei a gargalhar de tão nervosa que estava. Dai, respirei fundo e pensei na resposta que eu queria dar: GRITAR sim, sim siiiiiim, tava mais do que na hora, que demora, que coisa não?
Mas contive tanta emoção, dai veio a cabeça aquele, 'pode ser'
Mas não! Definitivamente, você é um homem que não pode receber um 'pode ser' de uma mulher!
Então fui clara na minha resposta.
Foi alí, naquela tarde, naquele dia, onde apenas queríamos assistir a um filme coladinhos, naquela quarta feia dia 9 de dezembro de 2oo9, onde tudo começou.



retirado do livro - ''nossa história, para amor'' que lhe escrevi quando tinhamos 6 meses.


Eu sou loucamente apaixonada por você, meu anjo, minha vida!

24 meses vivendo a dois!

Nunca te disse, nem escutei, 'vai embora', 'não te quero mais', 'não quero te ver hoje', 'fique longe de mim', 'me de um tempo para pensar em nossa relação'..


Não digo que somos imunes a discussões, isso é normal. Mas te digo que nosso amor é tão lindo e tão verdadeiro que me faz arrepiar! A mais pura sinceridade que aprendemos um com o outro fazem hoje 24 meses de pura loucura e muito, muito amor!

ps: Ich liebe dich s2

André Luis Brito 9-12-2oo9.



5 de dezembro de 2011

Falo com quem convêm.

Eu não deveria falar com ele (a)? Não compreendo isso, quem disse? Quem impõe? Eu seguiria calada e fria se a bíblia escrevesse isso. Mas não conheço esse vercículo, então deixe que das minhas decisões cuido eu e mais, permita que as pessoas que tenho carinho ou deixo de ter eu escolha.

Desde que me façam bem eu é quem posso seleciona-las. Não sou anormal por falar com alguém que não me faz mal, muito menos ridícula por gostar de alguém que um dia já me odiou, as pessoas crescem e amadurecem, vocês deveriam entender isso, antes de criticar o meu jeito de ser.
Me façam intender, me dêem motivos, para que eu não possa falar e gostar da ex do meu namorado.

você não tem o coração bom como o meu, poderia ser mais feliz, pois eliminaria menos dor de cabeça!

Na madrugada.

madrugada de 04 para 05 / 12 - 2:30

Puxo seu braço para fazer de travesseiro durante a noite...  '' acho que o acordei ''.
- Ta acordado? - To. - Vai dormir agora? - Vou amor, porque?
-Nada não... '' Ele é realmente lindo ''
...escuridão e silêncio profundo...

- Amor, o que você quer? - Nada mô, ta com muito sono né?
- To.
...
- Amor, o que você quer? Fala. - Nada não (um sorriso me consome).
- Ta bom, boa noite -beijo- te amo! - Eu também, boa noite.

'' como somos realmente lindos, eu o amo! ''

Além

É uma brincadeira que misturam emoções e tentacões, além dos meus limites, estar perto do seu corpo!

boa noite!

Omitir não é desculpas!

O erro é inevitável para qualquer pessoa, sabemos, a maioria de nós, veio de um enorme erro. Porém à casos que sabemos que podemos evitar, talvez uma palavra que devemos não dizer ou apenas uma atitude que poderíamos ter colocado em determinada ocasião. Mentir nem sempre é a melhor medida e não adianta vir com desculpa que 'omitir' foi a melhor escolha, quando omitimos algo que seu parceiro - seja amigo ou namorado- julga ser importante, passa a ser uma mentira e um erro que poderia ter sido evitado!

quem não escuta cuidado, escuta coitado!

4 de dezembro de 2011

Eu prometo!

é permanecer lado a lado mesmo que os dias sejam de tempestade, chamar atenção quando estiver exagerando, dá carinho sem esperar receber em troca, estar em sintonia ao ponto de pegar o celular para telefonar e quando digitar o primeiro número, senti-lo vibrando e ver na tela: 'mozinhou'.

ps: Ich liebe dich

Abuse..

Tomar um maravilhoso copo de vinho, nã medir quanto a quantidade, passar uma sombra escura se dirá preta, com o neom verde limão, rimel nunca é demais e um batom vermelho para finalizar é o ponto crucial.
Um salto fino e alto, com uma mulher maravilhosa de cabelos secos e soltos voando pelos ombros, seja cor, ruivo, preto, castanho.. Desde que a 'matadora' esteja acompanhada com um vestido bem colado que mostre suas curvas te fazendo amar mais ainda o reflexo do espelho. É o que há para uma noite que queira fazer inesquecivel, seja acompanhada por um bom homem ou por amigos eternos!

Meus erros eu me ajeito.

Não preciso escutar alguém dizer que estou errada para procurar meu erro, assim que reclamo de algo que julgo não está certo, procuro o que eu fiz para viver essa consequencia, acredite é a melhor forma de se concertar sem escutar criticas, na maioria das vezes de pessoas que nem moral tem para lhe julgar!

2 de dezembro de 2011

Minha vida minha história.

Eu estava lá, quando minha tia foi ter seu primeiro bebê depois de acompanha-la vinte e quatro horas por dia durante os nove meses. Eu estava lá quando aquele cara me foi ao trabalho da minha mãe a primeira vez, estava lá quando ele foi a minha casa a primeira vez e quando pediu que minha mãe me colocasse de castigo a primeira vez. Eu vi meus segundos pais se separarem, eu sofri, eu chorei, doeu e doeu bastante para não ter sido esquecido até hoje. Eu estava lá quando aquele cara foi morar com minha mãe, vi minha tia ir embora por não ter onde ficar, nem como aturar aquela 'mala' daquele cara.

Eu estava lá quando o Fábio saiu de casa dizendo que voltaria logo e nunca mais voltou. Eu vi o desespero da mãe dele quando recebeu a noticia de que nunca mais poderíamos ve-lo. Eu estava lá quando ele quis me bater a primeira vez, eu vi a própria mãe dele fugir de medo. Eu estava lá quando ele me colocou para fora de casa, a primeira, a segunda a terceira vez, eu vi minha mãe não mover um dedo para impedir aquilo. Eu me vi perdida, eu chorei, eu sofri, dos 13 aos 17 -hoje. Eu passei vergonha na escola e descriminação por ir morar com namorado aos 14 anos e na casa de uma amiga quase 3 anos da minha vida. Eu aguentei calada a dor de escutar coisas que não eram verdades sobre minha família, sobre aqueles que eu amo e prezo. Eu vi muitos me oferecerem ajuda, mas poucos sendo verdadeiros.


Eu estava la, naquela lan house, quando acabei desenrolando com meu melhor amigo que se tornou meu primeiro namorado e o primeiro homem da minha vida, eu vi, eu sofri, ele não mereceu meu amor.Eu estava lá diante do meu primeiro emprego e uma lan house aos 14 anos, depois de ter sido babá da minha prima e uns bebês la da rua. Eu senti a dor de ter que sair da lan house, onde eu morava e tive que arranjar outro lugar. Eu estava lá no América, fazendo loucura, dando desculpa pelos problemas que eu tinha em minha vida, quando  o conheci, meu grande amor, o homem que eu pretendo casar. Eu vi, eu estava lá, eu senti..

Eu estava lá, quando recebi um telefonema estranho de um número desconhecido e quando escutei a voz, eu vi meu corpo congelar pois do outro lado da linha ele aparecia, depois de 17 anos meu pai chegou, então essa história pode começar a se desfechar..

Quando for me conhecer ...

Vou chegar perto de você falar muito e muito, terá 99% de chances que eu esteja usando verde, #fatão.
Vou contar histórias da minha vida e você vai ficar surpresa, com tantas loucuras eu ja fiz e a facilidade que tenho em conta-las e vive-las rs, no final vai dizer, ''queria eu morar só!'' eu vou responder, ''não, não é nada bom''. Vou falar rápido e varias vezes repetir 'daí' ao invés de 'ai, então, ...''
Vou contar minhas histórias de amor e você vai falar que ja leu meu blog.
É sempre assim que acontece, essa sou eu, esse é meu jeito.

1 de dezembro de 2011

A 'primeira' vez que fui a Paquetá e [...]

Era uma sexta feira, de dia ainda, eu estava na lan house a qual eu trabalhava aquela época, com minha amiga que era o meu maior grude, minha mozizi, (que eu considero até hoje, com muito amor e respeito). Foi uma fase muito marcada por nossas loucuras que mudaram minha vida né. Pois então, estava eu batendo papo com um amigo do meu atual namorado que na época não passava de um menino lindo que eu era bastante afim. Heitor estava em Paquetá e meu moreno também, rs.

Ele era o mais descarado dos amigos dele e o que mais se juntou comigo bem no começo, ainda mais porque vivia enchendo meu saco para que eu irritasse ela, a ex dele. Uma mocinha inocente que me odiava de tal forma que eu prefiro não ter noção.
Tá, daí, calhou que simplismente do nada, me deu uma vontade tremenda de fazer mais uma loucurinha básica e mais uma vez a Vanessa Dias estava comigo, me atrevi a desafia-la a ir a Ilha de Paquetá aquele dia ainda, mesmo sabendo que seria doidera (por so termos ido uma vez, quando eramos muito pequenas) e que teriamos que voltar naquela mesma sexta né.

Mas foi que foi, saimos correndo do morro, pegamos apenas o horario das barcas com o Heitor e sem avisar para o André, fomos correndo para minha casa pegar dinheiro para voar.
- Mãe me dá 20 reais ai?
- Pra que? Ai Viviane fico morrendo de medo, você inventa cada coisa, cuidado filha, onde você vai agora?
- mãe relaxa, vou sair com a Vanessa, não vou fazer nada demais, nem vou para lugar longe né, ta achando o que? Que eu sOu loca viria aqui pegar dinheiro contigo e sair escondido p. onde? Paquetá? Eu ein.
-Hauahuahuahuahauhauhauhauhau.

Clica ai em baixo e continue lendo..

Choro com o Chaves.

Eu sou uma menina jovem, sonhadora, apaixonada por verde, gibis do Maurício de Sousa e.... Assim como muitos, muitos, e muitos mesmo, fã do programa Chaves. Sim é isso, eu sou apaixonada por mais essa coisa. É como se eu fosse uma criança cada vez que eu vejo esse programa, eu dou risadas com vontade, eu vou para casa correndo para chegar na hora certa, eu fico irritada quando o sbt corta para passar outra coisa e principalmente sou louca, louquinha para ter a coleção do box-Chaves.
Mas é caro.
Pois é, esse grupo é uma história de tapas e beijos, com muito amor e comédia-na vida real. E na trama é uma história de vida, razão, ensinamentos, amizade, amor e realidades.
Adoro muito as musiquinhas e sim, eu choro em todos os episódios que o Chavinho é rejeitado de qualquer forma. Além de, meus amigos me chamarem de Chiquinha, rs, não sou parecida com ela, não sei porque me chamam assim, mas enfim.
Choro e fico emocionada quando passam entrevistas com eles e quando penso que alguns ja se foram, mas é assim. Meu episódio preferido é, 'peludin' adoro muito demais. Enfim fico por aqui contando mais uma coisa que é a minha cara, haha'.

30 de novembro de 2011

Uma mania minha é ..

Nem sempre são em dias em que eu estou com uma dificuldade, ou seja, que eu encontro uma barreira ou descubro mais um problema a ser resolvido. Mas so pode ser mania minha esse jeito que eu fico quando to sem fazer nada e começo a pensar em nada ou em tudo.
Sempre imagino o que eu estaria fazendo se eu estivesse em outro lugar, se eu tivesse feito outra escolha em um momento decisivo em minha vida. Por exemplo, penso no que eu estaria fazendo agora se minha tia não tivesse ido embora, penso em como estaria minha vida se eu ainda estivesse trabalhando, penso em como eu estaria se não tivesse descoberto a tireóide, se eu não estivesse de recuperação na escola.. Essas coisas.
Onde eu estaria, o que eu estaria fazendo, como estaria a minha vida, se ...
é uma mania mesmo, me perder nos pensamentos e me achar assim, imaginando o futuro ou o que seria dele se eu tivesse tomado outras decisões no passado.

28 de novembro de 2011

Mais uma história da minha vida.

Eu realmente não pensava que um dia estaria aqui onde estou, como estou, esse post seria sobre outra história da minha vida, uma mais recente, mas acabei por sentir uma vontade mais forte de escrever para você. Era véspera do meu aniversário, como sempre tinha acabado de acontecer uma daquelas coisas chatas que eram normais la em casa já, gritos, choros, esporro, ameaças ..

Mas eu não era só, não estava só, nunca fui só, sempre tive vocês.. Vocês Duas sempre estavam alí. Era normal aquele babaca me atingir perto de datas as quais eu deveria estar muito feliz.. Mas vocês sempre me deram colo. Lembro que aquele dia, fazia sol e depois de um banho de piscina, o céu ficou cinza depois que sai de casa, pedi que vocês não me esperassem, aquele dia eu iria ficar em casa, se ele quisesse, se ele deixasse.

Vi vocês curvarem a esquina, somente vocês duas, pois eu ficara para trás, até aquele momento, so pensei em uma coisa na hora da dor que senti, vocês! Peguei uma mochila verde velha, coloquei apenas o excencial e sai sem rumo, sem destino, sem caminho ou chão. Chorei, chorei e chorei.

Desci aquele Valongo sem imaginar que teria alguém com ombro para me apoiar. Foi repentino, quando me dei conta estava lá, na Providência a procura de vocês. Lembro que Deus atuou muito aquele fim de tarde, vocês estavam prestes a ir para Bairro de Fátima (nossa segunda casa) quando mudaram o caminho sem motivo e bateram de frente comigo que lá estava desnorteada, meio perdida meio acabada, exausta!

Foi um braço de um lado e o apoio do outro, subimos, fomos para nosso canto e lá ficamos caladas, vocês duas querendo saber o que acontecera desda vez comigo e se eu havia apanhado, eu apenas no silencio. Foi então que a mais destemida de nós três saiu, com uma leve revolta por não poder invadir aquele lugar e bater muito em quem merecia, foi para a janela e despertou a emoção como sempre fazia, cantando.

A vista que se tinha de lá era o resto de um morro, barracos, casas velhas, ruas sujas, relógio da Central e lá longe o Pão de Açúcar e o Cristo Redentor. Começou com a que mais me faz recordar, arrepiar e chora. Foi menos de um minuto a que é a mais dramática de nós três porém a mais certa da cabeça, foi para seu lado, olhar aquela vista, que mesmo não tão bela, nos fazia respirar fundo e curava os problemas, me chamaram e no meio de dois ombros amigos eu me desmanchei, chorei, chorei e chorei.

Foi com vocês, que mais uma vez eu desabafei e curei uma ferida, ficamos emendando uma música na outra até escurecer, deu tempo de chover enquanto o céu ficava escuro, vimos a chuva que se juntaram com as lágrimas das três, pois aquele dia, choramos juntas, cantamos juntas e enfim, sorrimos juntas.

Ainda me perguntam como eu aguentei viver tudo que eu ja vivi, em tão pouco tempo de vida, pois é, eu apenas respondo, sempre tive Deus e ele sempre me propôs as melhores pessoas como apoio! Não há como negar que eu precisei de vocês e que vocês são um pedaço enorme da minha vida da minha história!

Dedicado para e somente para, 
Andressa Carvalho&Beatriz Soares.

25 de novembro de 2011

Ô saudade daquele prédio, amigos...

Apenas mais uma história daminha vida que eu divido com vocês..

Hoje acordei com uma saudade daquele prédio .
Não é uma novidade para mim isso, eu ja saia que eternamente eu sentiria saudade desse lugar, onde nasci, fui criada e vivi a melhor etapa da minha vida -infância.
Saudade de pintar aquelas escadarias de verde e amarelo para épocas de copa, saudade de invadir a cisterna para tomar banho la dentro escondido com os amigos, até mesmo de quando eu era a vigia para eles entrarem e ninguém fechar a cisterna por engano com a gente lá dentro, rs.

ê saudade gostosa, apenas de saber que ja vivi tão bem, que delicia.. Saudade de inventar brincadeiras onde escadas e muros fizessem parte, bola escada, gincana, pique muro, pique quatro cantos, restaurante... Infinitas brincadeiras que eram 24 horas por dia, em época de férias.. Ai que saudade de vocês amigos, de você época, em que tudo era uma grande brincadeira e que chorávamos por ser o ultimo escolhido na roda rs. Onde beijo na boca era nojento e ficava o mais longe possível da gente.. Saudade daquela época de sair descalço de casa pegar cartas de baralho e pregadores e fazer uma cidade, para pegar os bonecos do pokemón e brincar de lutas em diversos lugares rs.

Ai que saudade, saudade e mais saudade! O som no ultimo volume tocando forró, as 'donas' de casa fazendo faxinas e todos nós tomando banho de piscina e passando muito sabão em pó num plástico de´piscna furada que esticávamos no chão, para escorregarmos.. E quando pulávamos os telhados dos outros (escondidos, é claro) para brincar de pique esconde, era o melhor esconderijo.. rs. Brincar de jornal era a melhor brincadeira eu era sempre a repórter e o Allan sempre o bandido HAUHAUHA'. O Genário deveria gostar mais de missa, ele era sempre o padre.. Te falar nós todos fariamos ótimos atores, pois tivemos e muita, infância! Isso sem falar da época que começamos a brincar na rua, pois a saudade é daquele prédio, onde fui tão, tão, feliz!

Quantas brincadeiras, quantas histórias...
Vocês foram a infância mais gostosa que alguém podia ter.

Anderson e Andressa Silva, Luana e Diego Texeira, Genário, Allan Leonardo.

21 de novembro de 2011

Por todo dia de manhã, flores que a gente regue.

Dos problemas e coisas ruins [...] eu te amo!
Vamos fugir! Deste lugar baby! Vamos fugir tô cansado de esperar, que você me carregue. Vamos fugir pr'onde quer que você vá, que você me carregue.
Pois diga que irá Irajá, Irajá, pá onde eu só veja você, você veja a mim só. Marajó, Marajó, qualquer outro lugar comum, outro lugar qualquer.

Guaporé, Guaporé, qualquer outro lugar ao sol, outro lugar ao sul. Céu azul, Céu azul, onde haja só meu corpo nu, junto ao seu corpo nu.
Tô cansado de esperar, que você me carregue, todo dia de manhã, flores que a gente regue. Uma banda de maçã, outra banda de reggae. Todo dia de manhã, flores que a gente regue. Uma banda de maçã outra banda de reggae.



somente você e eu, é o que eu quero, é o que eu preciso é o que eu tenho!

17 de novembro de 2011

Amor por amor, ou amar.

Falar de amor por qual motivo, se nunca conseguimos explica-lo..
Não gosto de escrever de amo, sobre amor, para amor, ainda ais sendo publicamente. Mesmo não parecendo nada, nada isso. Mas na verdade é que eu amo, porque eu quero amar, eu me amo em primeiro lugar e permito meu coração a sentir-se feliz ao lado de outra pessoa, eu ensino meu coração a aceitar os defeitos de quem eu amo e vê-los como qualidade.
Eu me apego as coisas que eu sei que jamais irão sair de mim mesmo assim dou  a liberdade para que elas saiam quando quiserem, pois o amor é isso, é cuidar, cativar, criar, ensinar e libertar.
Libertar suas ideias, sentimentos e paixões.
Mas como eu disse, não gosto de escrever, pelo simples fato de concordar que o amor não se explica, mesmo sempre tendo milhões de palavras como sua definição!
Não sou dona de verdade alguma, muito menos experiente em tudo, nem nada. Mas digo com muita razão e orgulho que eu sou uma pessoa amante nata por tudo aquilo que me faz bem..

Ontem a saudade incomodou!

Ontem a noite foi escura para mim,
meu coração sentiu forte o vazio de não ter ninguém ao meu lado, é, talvez se alguém estivesse ali ficaria mais calma, e enrolaria meu eu interior, para que ele não notasse sua falta. Mas não era apenas alguém, (apesar de não ter ninguém) que eu queria.
Eu chorava por você, queria seus braços para fazer de travesseiro, suas pernas para por por cima de mim e seu rosto para colar no meu.
Ontem as luzes se apagaram e a cama estava enorme, uma parte do edredon sobrava, a metade do travesseiro estava solitária.
Você faz falta, muita falta, seja por um século, um ano, um mês, uma semana, um dia ou uma mísera hora!
Não que eu queira você inteiramente para mim te fazendo não viver, mas sim que, eu sinto sua falta até mesmo quando você está perto.

10 de novembro de 2011

Suas palavras marcam o coração.


Há uma história de um garoto que tinha o péssimo hábito de se irritar com tudo e com todos. Assim, magoava as pessoas com duras palavras e atitudes pouco gentis. Um dia, na sala de aula, ao presenciar uma dessas atitudes do garoto, a professora chamou-a, estendendo-lhe uma folha branca. Pediu a ele que a amassasse. O garoto, sem entender, obedeceu, fazendo até mesmo uma bolinha com o papel. A professora lhe pediu, então, que voltasse a deixar o papel exatamente como ele era antes deser amassado. Por mais que tentasse, a garotinho não conseguiu, pois as marcas insistiam em permanecer. Foi,então, que a professora lhe disse que aquela folha em branco era semelhante ao coração das pessoas. As impressões que deixamos nos outros são difíceis de ser apagadas. Por isso, precisamos tomar muito cuidado com as palavras duras que dizemos, com os julgamentos precipitados que fazemos, com as ofensas que proferimos. Se quisermos consertá-las depois, poderá ser tarde demais.
 
pode passar dias, semanas, meses, ou anos..

6 de novembro de 2011

Foi um amor de verão!

Tatuado em meu coração, eu não consigo te esquecer, foi amor de verão, mas tudo faz lembrar você. Eu sei, não dá pra explicar, o que é se apaixonar. Pra mim não era só ficar, só curtir e sonhar; meu coração queria mais, que simplesmente brincar. Agora eu quero te ver, tem tanta coisa pra dizer, eu quero conquistar você. Eu quero tanto seu beijo molhado, seus lábios de mel, que me deixaram louca. Eu vou te dar um beijo molhado eu sei que vou trazer você pra mim.
cada segundo é um momento que se torna história!

O menino do pijama listrado.

''Acho que agora é hora de ir para casa'', disse Bruno.
''Podemos ir juntos até a cerca?"
Shmuel abriu a boca para responder, mas bem naquele instante ouviu-se um apito alto e dez soldados - o maior número deles que Bruno vira reunidos num só lugar - cercaram um setor do campo, o setor em que estavam Bruno e Shmuel.
''O que está acontecendo?"
"Isso acontece de vez em quando", disse Shmuel. ''Fazem as pessoas saírem para marchar".
"Sera que a marcha demora muito?, susurrou ele, pois estava começando a sentir fome.
"Acho que não", disse Shmuel. ''Quando as pessoas saem para marchar, eu nunca mais as vejo. Mas imagino que não demore."
...
Shmuel se aproximou bastante de Bruno e olhou para ele assustado.
"Sinto muito por não termos encontrado seu pai", disse Bruno.
"Tudo bem", disse Shmuel.
"E sinto muito que não tenhamos podido brincar, mas, quando for a Berlim, é só o que faremos, e eu o apresentarei a... Puxa, como era mesmo que eles se chamavam?, Bruno se perguntou, frustrado, pois eles deveriam ser seus três melhores amigos para toda vida, mas tinham desaparecido da sua mente a essa altura.
"Pensando bem", ele disse, olhando para Shmuel, "não importa se eu lembro ou não". Ele olhou para baixo e fez algo bastante incomum para a sua personalidade: tomou a pequena mão de Shmuel e apertou-a com força entre a suas.
"Você é meu melhor amigo, Shmuel", disse ele. "Meu melhor amigo para a vida toda."
Shmuel poderia ter aberto a boca para responder alguma coisa, mas Bruno não teria escutado porque neste instante ouviu-se o roído de todos que haviam marchado para lá dentro, engolidos a seco.
...
Bruno ergueu a sobrancelha, incapaz de compreender os sentido daquilo tudo, mas presumiu que tivesse algo a ver com a necessidade de manter longe da chuva as pessoas e impedi-las de se resfriarem.
E então o cómodo ficou escuro e de alguma maneira, apesar do caos que se seguiu, Bruno percebeu que ainda estava segurando a mão de Shmuel entre as suas e nada no mundo o teria convencido a soltá-las. Nada mais se soube de Bruno depois ...

O menino do pijama listrado - John Boyne

5 de novembro de 2011

Seus sonhos.




Hoje eu to assim, me sentindo realizada, quando falta apenas os ajustes finais, porém você sabe, que agora, nada mais vai dar errado! Não desiste não.

31 de outubro de 2011

Um mundo diferente - nº 37.

Quantos eus posso ser? ou ter sido? ou serei?
Parou um pouco pra pensar?
...
Você se conhece bem como é. Como foi sua vida, suas vitórias, seus desencantos. E sem dúvida se recorda muito bem dos momentos cruciais em que teve que escolher um novo caminho. Após suportar alegrias, tristezas, arrependimentos, compartilhamentos.
...
E se você pudesse voltar dessa ‘viagem’? tipo, não gostei desse caminho, dessa paisagem, desses cheiros... quero voltar para o ponto de partida desta experiência . recomeçar de outro jeito.
...
Sabemos que isso é impossível. O tempo não para, não espera, nos arrasta inexoravelmente para algo parecido com um buraco negro, daqueles perdidos no espaço, que sugam, engolem sem piedade , mundos, estrelas e sonhos.
...
Mas a busca do conhecimento, a curiosidade irrefreável do ser humano, o progresso o avanço da tecnologia, provavelmente nos permitirão, um dia, avançar para além do impossível de hoje. Acredito que é o destino da humanidade.
(...)
Pense um pouco, e se sinta à vontade para viajar para seus outros eus, espalhados por aí, pelos universos paralelos. Em todos haverá bons e maus momentos, conflitos e reencontros. Mas num ponto todos parecerão: tudo o que acontece, em qualquer desses mundos, estará no caminho da busca da felicidade.

Fala - Maurício de Sousa!

Masmorras e Dragões, boa lição!

Um jogo de muitas emoções. Um mergulho no seu eu. A busca das estratégias vitoriosas. O abandono dos amigos. O que interessa é vencer? Quem pensa que está vivendo essa situação...

Talvez esteja realmente. Porque aqui estou falando de um jogo escolhido pelos nossos amigos da turma da Monica jovem na história desta edição...

Um jogo sem ganhadores ou perdedores depois de terminado. Mas ao mesmo tempo um jogo que passa lições de vida, de comportamento social, de amizade e solidariedade... Se você quiser sair vivo.
Avalie como você se comportaria em cada momento, a frente de cada desafio, e pense se não faria o mesmo. Seria meiga e despreparada como a Magali? Nerd como o cascão, levando todas? Ambicioso e conquistador como o Cebola? Ou preocupada com parecer o que não é, como a Monica?

No jogo que permite novas rodadas, você pode mudar de jeito, estratégia, vontade e foco... No jogo da vida, pode não haver novas rodadas, mas, se houver, pense no que mudaria e...
Enfrente tudo ao lado de seus amigos.

Afinal, mostramos aqui que, ação em equipe, em colaboração, nos faz vencedores contra o vilão afinal e merecedores do tesouro mágico.
Quem quer jogar?


Fala Mauricio - nº38

30 de outubro de 2011

Colorir papel - por do sol.

É um vento que passa e que leva, raia o brilho de cor amarela, planta o pé no chão. O amor dando volta na terra, arco íris de luz aquarela, banda coração.
Vamos ver o pôr do sol, me dê a mão, uma estrela só não é constelação, sem destino vamos juntos, passear feito nuvens no céu, derramar a tinta colorir papel.
E amanhecer nós dois, perfume, bem me quer, tem biscoito, queijo, bolo, leite no café.


é claro como fazemos bem um ao outro.
é realmente a nossa cara um cénario desse e uma música dessa.

26 de outubro de 2011

Meu anjo.

Se eu tivesse o poder que eu gostaria, nada seria como tem que ser!
eu te amo demais minha preta.
essa é uma criança, pequena, esperta, que me ama. Essa é minha irmã mais nova essa é a criadora da eterna, Zizih que vocês tanto gostam!

o telefone toca, nome: Nilsa Magalhães
eu: alô?
uma voz meia: Zizih, quando eu fiquei em casa hoje, eu senti muita saudade de você, vem me ve aqui no niteroi, vem?
te amo muito, muto, muto, muto, muto, muto [...] muuuuuuuuuuuto em!
ELA ACABA COMIGO! :') EU TE AMO DEMAIS BRUNINHA!




Da noite para o dia.

Calma, meça suas palavras, antes de sair falando qualquer coisa, sua vida pode mudar da noite para o dia, sim essa é a mais pura verdade.

Da noite para o dia, você pode receber uma ligação, em um momento triste e desesperador, que era um pesadelo e aquela ligação te fazer sair de casa e ir morar só. Da noite para o dia, você pode conhecer um menino, se apaixonar com apenas um olhar, ficar louca, pirada por algo que não te pertence e fazer uma loucura por amor.

Da noite para o dia você pode ser pedida em namoro, pela primeira vez na sua vida apesar de as ter namorado antes, com um gesto simples lindo&maravilhoso. Da noite para o dia você pode pegar um caderno de desenho em branco com mais de 100 paginas e escrever sua história de amor linda, com recortes e colagens super criativas, deixando alguém se sentir o homem mais feliz do universo.

Da noite para o dia você pode está trabalhando em uma empresa maravilhosa e de repente está desempregada, porque você quis cuidar da saúde, e dessa mesma noite para o dia descobrir que tem uma doença, sem cura e muito delicada.

Da noite para o dia seus familiares podem estar longe de você e você não ter ninguém, se sentindo a péssima mais sozinha no mundo, mas da noite para o dia, alguém pode chegar em você e dizer que você é tudo enfim o que se é preciso ter!

Da noite para o dia, você pode ter coragem de falar com alguém que você tem carinho, mesmo não deverendo ter. Da noite para o dia pegar uma afinidade e descobrir que alguém que deveria, e já, te odiou, hoje até gosta de você..

Da noite para o dia, tudo pode acontecer!

Voltando da escola.

 
A vida parece ser eterna, longa e chata, 
somente para aqueles que não a vivem com intensidade, 
essa sou eu, 
esse é o meu pensamento.

Sem rumo

Pegar um carro sem destino, uma moto e sair voando pelas ruas vazias sem transito algum, ou até mesmo uma barca que depois de uma hora vai me deixar em uma Ilha ‘deserta’ e maravilhosa. Onde toda vez que lá estou, sinto meu corpo mais leve e sinto um começo de um amor que até hoje brilha forte.


Quero olhar para o mar de um jeito diferente, deitar na areia e sentir-me livre de qualquer problema que a fumaça do centro que traga. Usar aquela canga verde lindíssima para não deixar o mato de um jardim me ‘pinicar’ enquanto estou deitada rodando na grama e cantando, ou simplesmente rindo de coisas sem sentido.

Sinto necessidade de colocar para fora histórias que ainda trem graça dentro de mim e escutar novas histórias ou até mesmo aquelas que eu já sei o final, mesmo assim acabar rindo com ele. Comer o meu fandangos de presunto, beber a minha coca cola e deixar de lado o wii-fi do celular de ultima geração.

Conversar com pessoas novas e conhecer universos paralelos diferentes do meu, mas não tão longe, ter novidades para dizer, ‘caraca em’. Ou ficar perto daquela pessoa que me ama tanto que se eu pedir se faz de desconhecido e me faz sentir o que eu quero no momento que eu preciso!

Fugir desse mundinho pequeno, que eu já conheço, estava em um processo de libertação e cai em uma pequena tentação, apenas para registrar, que, eu sou a Viviane Magalhães, eu amo a cor verde, amo escrever, dançar, tenho um blog popular e falo o que tenho vontade!

24 de outubro de 2011

E nunca mais eu quis soltar


So poderia dizer que a cada dia que se passa, meu sorriso é por sentir-te ali tão proximo, tão aqui, tão em mim, fazendo tudo torna-se realidade, enfeitando o feio, clareando o escuro, me segurando a cada deslise.
Colocando toda sua força atravez de energia, com um leve toque de mão, depositando essa confiança de que o amor é mais, muito além do que imaginamos e podemos ter noção, como é gostoso ser feliz ao teu lado!

Muito obrigada por tudo - André Luis.

Meus devaneios

Com os pés para fora de um edredon quente da cor verde, vejo minhas unhas pintadas de azul piscina, implirando para ser trocada essa cor. Meu corpo coberto sente calor, por esse motivo descobri apenas os pés, afim de refrescar.

O notebook no meu colo não é de meu pertence, mas quebra meus galhos quando sinto necessidade de colocar para fora apenas palavras soltas. Os dedos soltos, com calos de tanto escrever fazem a festa quando tocam o teclado, as unhas sempre enfeitadas e pintadas de tons esverdeados chegam antes.

Minha aliança que era folgada no dedo que deveria estar, agora fica certinha do dedo indicador, fica depois do solitário para que possa prende-lo, assim como meu corpo todo, meus dedos são magros.
Sem roupa por baixo da blusa larga que me veste, pois acabei de acordar e não gosto de dormir presa, com as roupas que somos obrigadas a usar por de baixo.

Essa blusa do guanabara também não me pertence é de meu namorado, que está na faculdade neste momento, lugar que eu desejo está ano que vem. O cabelo curto não alivia meu calor, mesmo estando amarrado, feito 'rabo-de-cavalo' com uma xuxinha verde pequena.

De um lado a parede branca está gelada, do outro encontro a raquete 'mata-mosquito' verde também, noto que influenciei muita gente aqui nessa casa. Sei que sem querer, faço isso com as pessoas que entram ao meu redor. Minhas provas do enem também estão aqui do meu lado, uma folha de papel largada e riscada com a caneta que usei na prova, perto de meu celular, aquele C3, coberto por uma capa emborrachada verde.

Meus olhos ainda estão meio inchados e cansados, vim apenas notificar meus acertos da prova do enem deste final de semana, para a primeira vez, não fui mal mesmo. Espero que as que eu acertei tenham sido de muito pontos, já que está prova não é por acerto e sim por dificuldade da questão.

Nesse momento me despeço desde post, sem pé nem cabeça, é como me sinto neste devaneio de palavras soltas!

16 de outubro de 2011

Não esconda essa paixão!

Quando estamos apaixonadas, cegas ficamos, esquecemos quem fala conosco, esquecemos o que é para se fazer ou ajeitar, esquecemos até de dar atenção para alguém que berra nosso nome bem do nosso lado.
Ela é aquela que contagia seu dia, faz você amar uma cor preferida e querer fazer carinho até em uma joaninha.

Mas quando ela é aquela a qual não queremos aceitar, muda completamente aquilo de bonito que deveria nos proporcionar. Pois a paixão, como o amor é para vir florir seu dia, porém aquela que se é escondida por você mesma, lhe tras coisas contrarias. Porque?
Bom, porque você mesma não quer isso, não é assim que você sonha... E sim com beijos não mais escondidos, com carinhos expostos sem segredo, onde o unico segredo que haja agora é a intimidade de vocês.

Mas então porque não assume, não vai atras? Essa paixão quer virar amor e você está a proibindo de ser feliz, ela te rasga as noites porque você não a aceita, é por isso que ela te incomoda ao inves de te fazer sorrir. Quer uma prova? Quando você da uma pista de que vai liberta-la, dando um sorriso por uma mensagem, pensando em um beijo que lhe foi dado, você fica feliz, mas logo você ilude essa paixão, então tranca ela no seu lado escuro, seu interior seco.

Ela acaba lhe fazendo mal, lhe empurrando perigos e arrependimentos, fazendo você tomar atitudes contrarias as que você escolheria, pois ela apenas que lhe castigar pelo pecado que está cometendo em tranca-la nessa sala fria!

amor é para viver não para entender!

6 de outubro de 2011

Aquiles (L)

Eu tenho um  ursinho lindo&maravilhoso que eu nomeei de Aquiles, é um leãozinho, muito do gostoso que dorme junto comigo todas as noites, o mais legal é que não ganhei de nenhum namorado.
Quando terminei com meu primeiro namorado, voltei a dormir só, estava sendo meio difícil para mim me reacostumar, porque na verdade nunca dormir só, eu morava na casa de uma amiga e dormia com ela rs.
Meu cunhado, Aquiles e eu, indo p. Paquetá.
Então depois de falhar na tentativa de fazer minha irmã mais nova dormir comigo, resolvi arrumar algo, sem ser o travesseiro.
Um dia, o qual eu não estava procurando nada na cidade, passei pela lojinha de 1,99 que tem perto da minha escola e ali mesmo eu o encontrei, foi amor a primeira vista!
Lindo, tão lindinho, so tinha ele ali, da espécie dele só.. Os outros eram até bonitinhos, mas nenhum chegava a beleza única do Aquiles.
Peguei sem pensar paguei 23 reais em um urso (na loja de 1,99) rs, e fui para casa linda, bela e feliz com ele nos braços.
A Tatalia foi a madrinha dele, aliás, é, mesmo que ela nem lembre mais, rs. Também, ela é madrinha de tudo que eu pego, uma vez eu ganhei um porquinho (cofre) e ela se tornou madrinha, colocava dinheiro toda semana nele, AUHAUHAUHAUS', eu lucrei nessa brincadeira.
Pois então, eu dei esse nome para ele, porque meu filme preferido é 'troia' adoro essa história grega. Seria Heitor, mas como eu tinha acabado de conhecer um menino com esse nome, dei Aquiles.
Assim que comprei fui para casa do meu namorado e perguntei: ' adivinha o nome dele?'
então vem esse besta e fala: 'Dé' ¬¬' NÃO!
Ele disse outros mil nomes que são derivados do nome dele, mas claro, não acertou, rs.
Ficou meio frustrado, mas mesmo que eu não soubesse que a ex dele colocou esse nome em um sapinho que ela ganhou dele, eu não colocaria esse no meu Aquiles lindo.
O Aquiles tinha e tem, que ter nome de REI, até porque ele é um leãozinho né!
Pois bem, meu ursinho lindo&maravilhoso é o meu melhor amiguinho e dorme agarrada comigo sempre!
ps: a cor preferida dele é verde :D

5 de outubro de 2011

De volta para o amor

Eu faria tudo, tudo de novo, não mudaria meus sorrisos dados, muito menos as provas de amor, não viraria as costas pela rejeição e novamente me agarraria a ela e nela mesma, constituiria forças para levantar a cabeça e ir atrás do seu caminho.

'De volta para o amor', se tivesse que mudar alguma coisa, sim com certeza, eu mudaria as vezes em que tentei, e colocaria mais umas mil vezes nessas. A realidade é que eu desisti de você, de tentar e de achar que uma única lembrança de afeto, a lembrança de um beijo ou um simples olhar, eu poderia ter seu colo, seu sorriso sua dedicação!

Nada mais adianta, depois que o sentimento passa, por mais lento que seja o processo, em uma história de amor assim, não faz diferença rasgar essa ferida e cutuca-la.
Uma vez que, teve um tempo longo para me agarrar e me ter em seu dominio, porém preferiu a sinceridade e o gelo de dizer 'não'.

Quando na verdade agora, quando já não vale mais saber, sabemos que, tudo não passou de um medo, um medo cruel. Qual fez mal a você e a um coração que um dia gostou tanto ao ponto de querer-te feliz. Mesmo que sua felicidade fosse de costas para a de quem tanto te desejava!

2 de outubro de 2011

A outra!

Todo mundo tem o seu lado, 'a outra', aquele que sente o medo, que engole o nó na garganta, que pensa mais nas consequencias do que na sua ação de vontade naquele momento.
A outra de certa forma, prende sua felicidade, te agarra, e segura seus braços, sem deixar você voar, pular alto de um o prédio e mergulhar em um mar verde esmeralda, com profundas experiências novas.
Largar a sua outra, não é tão difícil como pensamos, aceitar a si mesmo é que é!
Vai corre, pode pular, porque nesse mar imenso e lindo, estão seus sonhos e ^´e certeza de que você vai alcança-los e certa forma!

21 de setembro de 2011

Hoje é seu dia, que dia mais feliz!

Dia 21 de setembro de 1991, nasceu um anjo com um brilho diferente e unico, seus olhos e seu sorriso até hoje trazem esse tão forte brilho.
Nesse dia a felicidade de alguém chegou tão ao estremo que passou tudo para um lindo bebezinho, que trasborda essa felicidade que ganhou nesse dia para todos aqueles os quais o ama..
Bom, hoje é dia 21 de setembro, mas estamos em 2o11, aqyuele bebezinho ja não tem mais pézinhos que cabem na palma de uma mão, ja não tem mais dobrinhas entre as pernas que dão vontade de morder, mas ainda tem aquele brilho, a simpatia, o amor e uma bochecha gorda e gostosa rs.
Aquele bebê hoje faz 2o anos, ja é um homem, maduro, certo de seus pensamentos e sincero nas suas palavras.
É meu amor, nem parece mas quando eu te conheci você tinha apenas 17 aninhos, a idade que eu tenho hoje, e agora ao meu lado mais uma vez vc faz aniversário.
Quero te parabenizar não so por ter se tornado esse homem tão maduro que é hoje, em tão pouco tempo, mas também por seu dia. Eu sou apaixonada por você e isso não é mais segredo, enfim, estou com você para tudo e ao seu lado para você derramar todas essas suas lágrimas como hoje de manhã..
Eu te amo.

13 de setembro de 2011

Aquela ladeira, Aquele Prédio (...)

Passei uma boa parte da minha vida correndo aquelas escadas sujas daquele prédio, descascando parede para fazer de comidinha enquanto minhas duas amigas pegavam matos dos cantos das escadas com lodos. Pulava de degraus em degraus, subia correndo sem medo de cair e hoje tenho cicatrizes dos tombos que cansei de tomar ali, pulava nos telhados para mostrar que eu conseguia, tantos esporros escutei, tantas gargalhadas soltei de ter conseguido fugir de mais um adulto chato atrás de mim.

Ali naquele prédio aberto, peguei sol, montava piscina na laje e tomava picolé de banana caseiro feliz da vida e noitinha ia brincar de contar histórias de terror, onde só eu contava as histórias macabras (risos).
Aqueles dias de férias onde eu pegava minha sacola rasgada cheia de barbies, algumas sem cabeça e todas sem roupas, berrava minhas amigas e elas vinham com os moveis de madeira, montávamos a casinha toda e enfim começávamos a brincar, até os garotos reclamarem que a gente só brincava de brincadeira de menina e eu sempre os convencia de vir brincar com a gente, mas eles sempre queriam ser monstros que invadiam nossa casa e destruíam tudo!

Ficava um vazio e não tinha mais o que brincar lá no prédio até que, eu escutava um 'assobio' e era automático correr para o paredão, lá estava ele, vulgo Polto, aquela hora da manhã já ansioso para reunir todos naquela ladeira de pedrinhas não muito brilhantes. Um ia chamando o outro e quando nos dávamos conta já era noite e não queríamos parar de brincar. Que saudade, que galera boa, grandes amigos.

 Ao son de um forro no ultimo volume la no prédio, só se escutava os gritos da Aureni pelo Genário, e como na turma do chaves existia a Dona Noemia a bruxa do 71..

Ai essa infância, onde eu montava um restaurante e com farinha de trigo fazia bolinhos para brincar de vender, nesse prédio onde brincávamos de gincanas e um sempre era o líder que ficava fazendo o trajeto (risos), era ali que inventamos a nossa brincadeira 'pique bolaescada'. 

Foi nessa infância, nesse prédio dessa ladeira, que choramos, sorrimos e demos os abraços mais sinceros do mundo quando os fogos do milênio explodiram na nossa frente. É, ano 2000 um outro milênio se iniciava, e mal imaginávamos o quanto nos distanciaríamos, o quanto o tempos seria cruel.

Foi ali que crescemos e obtivemos amigos de infância eternos. Naqueles dias de chuva cada um encolhido na sua casa e quando tinha apagão no maior calor éramos nós que íamos para as varandas, escadas e sacadas daquele prédio velho e casas antigas daquela ladeira, olhar os adultos jogando baralhos com luz de vela ou simplesmente observar o 'breu' que a rua estava, enquanto nós brincávamos ou continuávamos nossas histórias de terror.

Foram aquelas escadas que colorimos de verde e amarelo quando juntos torcemos para copas do mundo e em época de festa junina eram aquelas varandas que ficavam cheias de bandeirinhas e  todos fantasiados de caipira dançávamos forró ate cansar. Esse prédio, esse morro, essa ladeira, essas pessoas, essas lembranças, a infância mais gostosa que uma criança pode ter, ai como sinto saudade disso tudo! Alan Leonardo, Anderson, Andressa, Luana, Diego, Genário, Liliane, Rafael, Victor e muitos outros!

É normal amor..

Não precisa mudar, vou me adaptar ao seu jeito, seus costumes, seus defeitos, seus ciúmes, suas caras, pra que mudá-las?
Não precisa mudar, vou saber fazer o seu jogo. Fazer tudo do seu gosto, sem guardar nenhuma mágoa, sem cobrar nada.
Se eu sei que no final fica tudo bem. A gente se ajeita numa cama pequena, te faço poema, te cubro de amor.
Então você adormece, meu coração enobrece e a gente sempre se esquece, de tudo que passou!

6 de setembro de 2011

Eu por mim

Aquela garota criativa, que com um sorriso chega as pessoas mais perto. Eu vou sempre ser apaixonada pela cor verde e vou sempre contagiar as pessoas que vivem perto de mim com esse meu amor.
Sei que jamais deixarei de gostar de escrever, pois escrevendo eu digo o que eu quero, o que sinto e tenho vontade de falar, ou os meus pensamentos livres e soltos, mesmo que eu vá rasgar o papel depois, vou sempre me sentir melhor depois de fazer isso. Sei que nunca deixarei de ler 'turma da Mônica- turma da Mônica jovem', não é algo que eu faço por fazer, eu realmente gosto e sou fã. Não tem como parar de desenhar quando me vem aquela vontade de ir além de um limite esperado, sempre me surpriendo com meus desenhos. Não me vejo sem me sentir atraída por uma camera digital, as profissionais são meu sonho de consumo, um curso de fotografia seria o ideal.
Vou sempre ser assim, capricorniana, que nasceu no dia 6 de Janeiro e que tem uma cisma com essa número. Eternamente vou amar dançar e sempre que ver alguém fazendo aqueles passos de dança de salão meu coração vai querer ir junto naquele ritmo, é uma caracteristica minha e eu gosto. Eu, Viviane, sempre vou fazer questão de mostrar meu eu interior, meu sobre nome é Magalhães e eu tenho orgulho de fazer parte dessa família. Eu sempre vou ser apaixonada por aquele homem que quer sempre minha felicidade e se torna uma criança perto de mim e junto comigo, um homem que me apoia e confia em mim.
Eu sou própria, me sinto única, pois me faço de única e sempre farei questão de por em jogo minhas caracteristicas, podem existir mesmos jogos, mas jamais uma pessoa igual a mim!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...