28 de novembro de 2014

Estarei aqui sempre que precisar

Já era de madrugada quando meu celular vibrou, ''jura que alguém se atreve a mandar mensagens a essa hora para mim?'' As pessoas sabem que eu trabalho, estudo, tenho atividades complementares e preso meu sono a noite, então achei que fosse algo sério.

Com muita preguiça e quase cega abri a mensagem e fiquei preocupada com aquele ''preciso desabafar''. Realmente só aceitaria uma terceira guerra mundial como desculpa para me acordar as duas da manhã, apenas para desabafar. Em seguida, ''tenho um grande segredo para contar e preciso colocar para fora, estou a ponto de explodir''

Obvio que eu despertei, mas não pelo meu senso de curiosidade -que na verdade eu não tenho, porém pelo seguinte questionamento, se quer me contar um desabafo e um grande segredo, sabe que o meu whatsapp não é a melhor ligação, meu celular é desbloqueado e qualquer mal educado pode pegar e fuçar.

Ok. Seria cruel eu dizer ''escreve tudo que amanhã eu leio!'' então enviei um doce, ''pode falar, eu estou aqui'', realmente eu tinha que cumprir a promessa do, ''estarei aqui sempre que precisar'', sacanagem é levar ao pé da letra. Essa noite eu quase não dormi e quando meu celular me avisou que era hora de levantar para trabalhar eu já nem sabia se estava indo dormir ou realmente devia acordar.

Amigos realmente estão presentes a todo momento

20 de novembro de 2014

Te ver e não te querer ♫

Aquele último beijo que na verdade a gente não deu, aquele último abraço, que na verdade ficou pela metade, aquele último olhar que queria dizer bem mais que adeus, aquele último status que doeu no coração, aquela última conversa que ainda que tenha dito fim, parece tão viva em mim. Dizer que não sentirei saudade é hipocrisia, dizer que aquela música não me lembrará você é mentira, dizer que aquele lugar não vai deixar saudade é covardia, dizer que vou te esquecer é ilusão.

Você chegou de repente, me fez mudar em um segundo, bagunçou tudo, abriu minha gaveta de segredos, tirou lá do fundo coragens que nem eu mesma conhecia. Você me encantou, me envolveu, me enlouqueceu. Dizem que o que é bom dura pouco, prefiro ficar por aqui, me conformando com a ideia de que durou o tempo necessário para nos satisfazer.

14 de novembro de 2014

Ela por ela

Seca como um galho de árvore frágil, grossa como o caule de um Baobá, ela tem o sorriso solto, leve e simpático, as pessoas costumam lhe caracterizar como uma menina carismática e alegre, mal conhecem sua trajetória de vida. Com ela não tem meio termo, é isso, por isso e ponto final, não curte magoar as pessoas, mas confessa que as vezes não tem muito limite com sua forma de falar. Eu deveria estar descrevendo suas características físicas, mas não ha como escrever sobre ela, sem falar também de seus trejeitos.

Com vinte anos de idade consegue vestir uma calça jeans surrada tamanho 12 anos, seus shorts jeans são número 34 e ela fica indignada com esses manequins que ficam enormes nela, o jeito é realmente comprar na sessão infantil. Até seus quinze anos pesava trinta e cinco quilos, foi quando chegou nos tão sonhado quarenta e oito e descobriu que tinha hipotiroidismo, o que faz ela pesar quarenta e três até hoje. Seus amigos costumam dizer que ela é loira, com certeza é por causa daquela época do salão comunitário na escola que ela cismou de fazer luzes e ficou três anos com o cabelo mostarda. Mas hoje em dia ela criou coragem de realizar seu sonho de ser ruiva, está a seis meses com o novo tom e com certeza está amando.

Seus olhos são castanhos, nos testes de revistas ela sempre procura pela personalidade de pessoas do rosto quadrado, seus braços são grandes e os dedos da mão cheios de defeitos e estranhos. Suas unhas são enormes e ela adora fazer graça nelas Justamente pelo seu biotipo e magras sua barriga é lisa, o que faz com que a bunda também seja. Ela não fica tão triste pois é bem satisfeita com seus seios que não são fartos nem deixam a desejar, tamanho ideal. O que ela não tem de bunda, seu senso de humor diz que ela tem de orelha, nem esse cabelão cheio e pesado consegue disfarçar. Suas pernas são finas e não há mágica que as façam juntar uma nas outras. Ela calça 36 se a forma for pequena, 35 no tamanho ideal e até 34 se gostar muito, mas nada que magoe seu pé, pois é o que ela mais curte em seu corpo.

O que mais me agrada na Viviane é seu olhar, a sobrancelha dela não é certinha, nem perfeita como atriz de novela, mas seu olhar é certeiro e diz tudo quando quer!

12 de novembro de 2014

Longe ou perto

Sempre deixei claro o quanto gosto de você, o quanto gosto de nós dois, o quanto sonhei acordada com nosso futuro e o quanto corri atrás de realizar cada ideia louca de amor que tive contigo. Sempre deixei claro que mesmo longe eu não deixei de te amar, pedi varias vezes para as diferenças deixarmos pra lá, mas eu estou aqui agora e cade você?

As vezes acho que dei liberdade demais, então entro na frieza. Busco ser  curta e as vezes sou até grossa demais, dai percebo que estou agindo assim por medo, talvez por insegurança. Mil coisas vem na minha cabeça, de repente eu choro e não quero mais pensar em nada.

É por pouco tempo que consigo me manter no controle da relação, é por pouco tempo que essa segurança fica firme em mim, acho que tudo está fluindo da maneira certa e quando pisco, vejo que está tudo errado, que o certo não é correr contra você e sim para seus braços, então me derreto novamente e nosso calor me aquece. Seria hipocrisia dizer que não me sinto melhor estando contigo, parece que o mundo volta a girar no fluxo certo.

De repente não somos ainda tão maduros para mergulhar em uma relação como sonhamos, ou de repente somos apenas tão jovens que só queremos amar e ser amado infinitamente. Esse teu jeito bipolar me deixa louca, a cada dia pode me fazer pensar uma coisa diferente, mas uma certeza você não pode me tirar ou confundir da minha mente, eu te amo!

11 de novembro de 2014

Quebrando Rotina - Região dos Lagos

Esse lance de tirar trinta dias de férias uma vez no ano não é comigo, na minha cabeça, você perde um salário, um bônus, corre o risco de ser mandado embora, pode deixar de fazer falta na empresa e ainda fica completamente perdido quando volta, fora a bagunça que fica no seus afazeres. Nunca curti isso de deixar minhas responsabilidades para ninguém. De repente, se meu trabalho fosse chato, cansativo ao extremo ou se eu não me desse bem com alguém da Kidex, eu iria amar ficar longe um mês, mas na verdade acho tudo isso que já citei. Não que eu não curta uns dias de descanso, uns dias a mais, pois os finais de semana sempre passam voando e não se pode aproveitar tão bem assim.

Porém como uma boa brasileira, dei um jeitinho de sair da rotina em apenas dois dias e posso garantir que valeu muito a pena. De uns anos para cá, André e eu costumamos fazer viagens pequenas para lugares 'perto' aqui no RJ mesmo, ano passado conhecemos Conservatória - cidade da Seresta e Visconde de Mauá divisa com MG. Esse ano já está no fim e não tínhamos feito nada, já estava ficando louca. Então resolvemos acordar as 4 da madrugada, arrumar as malas, acordar a nossa tropa de viagem (Liliane e Davi) e colocar o pé na estrada.

Primeiro destino: Arraial do Cabo, seguido por Rio das Ostras, fechando com Búzios. Pois é, a região dos lagos é realmente muito linda! Como toda viagem, voltamos com histórias para contar, começando pelo esperado passeio de escuna em Arraial que foi proibido por conta dos ventos, justamente naquele sábado. Por sorte de tarde foi liberada uma escuna e fomos animados ao embarque. Visitaríamos 6 pontos turísticos, mas ao voltarmos do 1º 'Prainhas', tivemos que voltar ao Píer e o passeio foi cancelado, por motivos de segurança e com razão. Não irei esquecer nunca mais aquela cena das ondas enormes batendo, todos gritando e a escuna quase virando, desespero total.

A empresa foi muito receptiva e educada, devolveu nosso dinheiro e nós acabamos fazendo um passeio de graça. Visitamos tudo a pé mesmo, foi um sábado maravilhoso, fechado com chave de outro por um lindo por do sol em Atalaia. A noite em Rio das Ostras foi confortável e em família, nada como jantar hambúrguer de frente para praia. De manhãzinha levamos o André para conhecer a cidade. Próxima parada? Búzios. Confesso que minha primeira impressão não foi assim tão boa, brinquei dizendo que entramos em búzios pelo lugar errado, mas o que vale é que chegamos a praia e curtimos um domingo maravilhoso de sol, praia, peixe, cerveja e amigos.

Um passeio leve, lindo, gostoso, pequeno e que eu indico com toda aprovação. 
Next Stop .... ?

7 de novembro de 2014

Repentinamente você

Ele disse que iria comigo para onde eu fosse. Detesto clichê, não sou do tipo de namorada melosa, mas antes disso sou romântica, tenho a cisma de que o que se deve fazer a dois, tem que ficar a dois. Aquele 'livro' que escrevi com nossos primeiros seis meses de namoro eu quase nunca mostrei a ninguém e aqueles que viram são de verdade os mais íntimos.

Aquela pasta de fotos do nosso namoro até o grande dia -nosso noivado, somente os mais chegados viram, pois eles fazem parte dessa história, aliás eles fazem parte desse álbum de fotos, cada mensagem deixada, cada frase, cada carta, tudo tão simples, tão de coração, tantas lembranças boas.

Eu diria que estou sem nada para fazer em uma tarde de sexta aqui no escritório, mas a verdade é que minha mesa está lotada de afazeres e eu depois de cinco anos e alguns meses ainda consigo deixar tudo de lado apenas para pensar em você. 

Pense com carinho, eu sou uma eterna apaixonada, te quero comigo

6 de novembro de 2014

Halloween na Pares


Minha escola de dança é maravilhosa, sem duvidas a melhor e eu sou suspeita para falar, eu sei. 
Na última sexta feira de outubro a escola ofereceu o Baile de Halloween. A Diretora lançou o seguinte convite nas redes sociais:

''ENTRAMOS NA SEMANA NO NOSSO HALLOWEEN! VÁ TIRANDO AQUELA BRUXA OU AQUELE BRUXO QUE HÁ DENTRO DE VOCÊ E VAMOS EXORCIZAR O QUE NÃO NOS FAZ FELIZ DANÇANDO MUITO NA NOSSAS PARES! VÁ DE PRETO, PORQUE TODOS JÁ SOMOS ILUMINADOS, VÁ DE MONSTRO, PORQUE TODOS SOMOS BONITOS POR DENTRO E POR FORA, VÁ COMEMORAR O HALLOWEEN, PORQUE, PARA QUEM É PARES, NÃO HÁ TREVAS, SÓ ALEGRIA, COMPANHEIRISMO, INTEGRAÇÃO E DIVERSÃO!!!''

Nós Alunos ficamos inteiramente empolgados, a parte do ''vá a caráter'' empolgou bastante, mergulhamos nas fantasias e maquiagens maravilhosas -pausa para minha exibição, eu fiz a minha própria produção, aliás a minha e a do meu noivo, esse vampiro moreno das fotos.

A chuva não atrapalhou, o clima estava tenebroso, o Dj arrasou, a arrumação do baile estava nota mil. O baile foi aquele ritmo de sempre, muita energia boa, pessoas maravilhosas e um gás que envolve até quem está emburrado, triste ou chateado. Você precisa conhecer nossa galera, você precisa conhecer a Pares!

O Forró de sexta a noite

Um escritório no oitavo andar, dia seis as dez e dezoito da manhã.

Bom dia Senhor Dançarino.

Na última aula prática que a escola Pares escola de dança ofereceu nós tivemos a oportunidade de dançar juntos, antes de mais nada, quero dizer-lhe que não és estranho, não para mim. Porém não tivemos outras oportunidades para conversar e não nos conhecemos. Aquele dia eu tinha a missão de dançar com todos os alunos iniciantes e faze-los sair de lá cem por cento satisfeitos com seu avanço na dança, não era questão de boa ação e sim de satisfação mesmo. Eu nunca havia visto o Senhor dançando forró, mas sabia que mandava bem no bolero com sua esposa.

O samba acabou e o forró começou, então o Senhor me tirou dos braços do bolsista, não lembro de ter feito nenhum julgamento antes de dançar com você, mas confesso que quando terminamos a dança eu respirei fundo e pensei: ''nossa, não imaginaria que esse Senhor dançaria tanto''. De repente seus cabelos brancos, deixam essa impressão nas damas, mas a verdade é que você surpreende e deixa um gostinho de quero mais. Seu coração é tão jovem que dá uma energia de 220 volts em qualquer um.

Obrigada pelo elogio, eu não me acho tão leve, tão fácil de ser conduzida, muito menos que danço muito bem, mas a verdade é que eu sai da prática aquele dia repleta e satisfeita, muito obrigada Senhor.

642 coisas sobre as quais escrever 
208 - Escrever uma carta anônima a um estranho.

4 de novembro de 2014

O Senhor de cabeça raspada

Meus passeios e eu pelas páginas espalhadas na internet sempre me trazem uma novidade, trazem também uma dor de cabeça tenebrosa, mas vício é assim mesmo. Sou blogueira, mas também leitora, adoro perder horas do dia visitando blogs desses bem simples e bem pessoais, são sempre os mais verdadeiros.

Em uma dessas, encontrei o '642 coisas sobre as quais escrever', fiquei namorando as ideias um tempão, para então me render ao sorteio, os astros me indicaram número 16 ''A mais intrigante e inesperada conversa com um(a) desconhecido(a) que você já teve''. Geralmente eu sei sobre o que escrever, porque sou movida de emoção, no entanto o que me vier no momento vira um post, seja lembrança, seja conto, seja fato real, seja lá o que for.

Da forma que eu escrevo eu falo e da forma que eu falo eu corro, penso mais rápido que posso falar ou escrever, por isso quando faço um post releio umas cinco vezes e edito umas três antes de deixa-lo definitivamente no ar, eu simplesmente esqueço as vírgulas, sinto até falta de ar quando resolvo ler.

Foi mais ou menos isso que eu escutei de um Senhor de cabeça raspada e barba branca que conheci no ônibus naquela manhã de sexta feira. Eu sabia que não deveria ter ido dormir na casa do parente dia de semana, ir trabalhar no dia seguinte é sempre muito difícil.

O ônibus estava lotado e quando surgiu um lugar deixei um senhor sentar, logo a frente, a moça que estava do seu lado fez sinal, então ele fez questão de me dar aquele lugar. Apesar de ser faladeira não gosto de conversar no ônibus, desde criança tenho enjoos em qualquer tipo de automóvel.

O Senhor começou surpreso com minha educação, o que me deixa triste, mas é real, hoje em dia se alguém é educado, espanta as outras pessoas. Logo depois de alguma forma sem sentido quis me contar que tinha 3 filhos que eles eram formados, cheios de vida e eram o orgulho dele, também me contou de seu grande e eterno amor, que já partiu desse mundo, mas segundo ele, ainda conversam e se amam.

Quis saber de mim e eu estatelada com aquilo tudo só consegui dizer que era estudante, até ele me surpreender dizendo que eu tinha jeito de escritora, blogueira ou jornalista. A, que lindo, aquele senhor me deixou bem feliz aquela manhã, eu retruquei que não era para tanto agradeci e escrevi em um pedaço de papel o endereço do Tudo que se pode ler.

Vamos nos permitir

Eu só disse para correr atras do que você realmente queria, agarrar com as mãos, envolver com os braços. Orgulho não leva a nada, não entendo como as pessoas conseguem sofrer para não dar o '' braço a torcer ''. Os dias passam e de repente quando você se der conta a vida passou e você está ai empurrando com a barriga apenas por ser orgulhoso. 

Perdendo sorriso, amor, carinho, atenção, um conjunto que te trás tesão por viver. Deus te quer feliz, te quer bem, não se feche para as coisas boas, simples e fáceis que ele lhe oferece, vamos viver tudo que há para viver, vamos nos permitir!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...